‘’Fizemos barreiras sanitárias em toda região’’, afirma Adriano Gledson Freire, Coordenador Geral das Endemias na Vigilância em Saúde

Além de lidar com as arboviroses, equipe precisou se adaptar ao COVID-19

Nesta terça-feira (22), o Programa FM 7HORAS recebeu Adriano Gledson Freire, Coordenador Geral das Endemias na Vigilância em Saúde no município de Mossoró. O bate-papo abordou o contexto atual e as arboviroses que acometem vários indivíduos na região.

A partir da ampliação das políticas públicas na saúde em 2016, o coordenador percebe que as pessoas estão mais conscientes sobre as arboviroses, mas reitera que a população deve ficar atenta aos focos de água parada como caixas d’água e potes, principalmente no período chuvoso.

Sobre a rotina de trabalho em meio à pandemia, Adriano afirma que foi ”um trabalho árduo porque tivemos que lidar com a dengue, chikungunya e zika, que já estão durante o ano inteiro, e nos adequar ao COVID. No início, muita gente estava com medo e muitos foram afastados, mas sempre fomos da linha de frente”.

Ele aproveitou o espaço para destacar que as pessoas que forem viajar neste final de ano, realizem uma vigilância no quintal para se certificarem de que não há pontos de acúmulo de água, visto que no período de chuvas, percebe-se um aumento do número de casos de dengue e chikungunya, em Mossoró.