Feira do Livro de Mossoró começa hoje com palestras e lançamentos

Começa hoje a 11ª edição da Feira do Livro de Mossoró (FLM). Realizada até o próximo domingo, 8, na Expocenter, o evento têm 39 expositores e palestrantes locais e de repercussão nacional, como o poeta Antônio Francisco e o cantor e compositor Leoni. Na programação, estão previstas palestras, debates, lançamento de livros e apresentações culturais.

A abertura oficial da Feira ocorrerá hoje, às 9h, no Palco Estação das Letras. A partir das 9h até o final do dia, o público poderá acompanhar a exposição “Charges do RN”, no pavilhão do evento e, às 9h20, a Fundação José Augusto lançará o jornal “O Galo”.

A primeira atração cultural da Feira será “Parlendas e Poesia”, com José de Castro, às 9h30. O grupo Caboclinhos se apresenta às 10h, e, às 10h30 o palco dará espaço para o Carimbó. Encerrando as apresentações da manhã, o Grupo Nós Dois encena peça com teatro de bonecos às 11h.

Hoje, serão lançados ainda quatro livros e os participantes da Feira poderão tirar dúvidas com os autores nos estandes. Às 16h, os autores Ernane Duarte e Rilder Medeiros realizam bate-papo sobre a nova obra “Não atropele a vida!”. No mesmo horário, será lançado o livro “Gestão Mercadológica – evidências do semiárido potiguar”, de Yákara Vasconcelos Pereira Leite, no estande da Editora da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (EdUfersa), parceira da feira este ano.

Às 17h ocorre o lançamento do livro “Uma aventura em busca da paz”, com Laura Patrícia R. Gutierréz. Às 18h, a escritora Agostinha Mafalda de Oliveira lança “Natureza da relação entre GRH e desempenho organizacional”, no estande da EdUfersa.

Outro lançamento reservado para hoje é IX Prêmio Cosern Literatura de Cordel, durante a entrega do Prêmio Niná Rebouças, às 19h. O primeiro dia da FLM encerra com a palestra “Hip hop, rap e cordel – tudo junto e misturado”, ministrada pelo rapper Fábio Brazza e pelo poeta mossoroense Antônio Francisco, às 19h30.

Segundo os organizadores da Feira do Livro, a expectativa é que 70 mil pessoas passem pelo evento até domingo. A FLM faz parte do calendário da cidade como evento de peso que ajuda a promover o interesse pela leitura, além de promover o diálogo entre autores regionais e de renome nacional.

Editores do jornal O Mossoroense participam de debates na 11ª FLM

Este ano, dois editores do jornal O Mossoroense participam de debates durante a Feira do Livro de Mossoró. Amanhã, às 20h, o bate-papo “Música, literatura e internet”, com o editor-geral do O Mossoroense, Márcio Costa, e o cantor Leoni pretende levantar discussão sobre os caminhos destas artes frente à expansão do acesso e apropriação da internet pelas pessoas. “Além de ser compositor, cantor e escritor, Leoni é pesquisador do impacto gerado pela internet na produção e difusão de arte. Será um momento para estimular reflexões e mudanças de visões sobre o segmento”, destaca Márcio Costa.

Na sexta-feira, 6, o poeta e responsável pelo caderno de Cultura do O Mossoroense,Caio César Muniz, compõe roda de bate-papo sobre o fazer poético junto com as poetisas Kalliane Amorim e Ariany do Vale, às 15h30.

“Vamos abordar questões sobre o mercado e a produção de poesia, como, por exemplo, se ainda vale a pena publicar títulos atualmente. Também discutiremos sobre o surgimento de clubes de poesia, o que é muito bom porque ajuda a movimentar o meio poético, tudo de forma simples e descontraída”, afirma o poeta.