Fátima Bezerra decide entregar cargos no Governo do Estado

A relação política entre a senadora Fátima Bezerra (PT) e o governador Robinson Faria (PSD) parece abalada. Tanto que a parlamentar resolveu entregar os cargos que indicou na Fundação José Augusto (FJA): direção-geral (Rodrigo Bico) e diretora-adjunta (Laissa Costa).

A entrega dos cargos foi confirmada ontem por Adriano Gadelha, assessor de Fátima e primeiro suplente de deputado federal. Ele justificou a decisão à falta de autonomia dos indicados para tocar projetos na FJA, responsável pela política cultural do Governo do Estado.

Gadelha, entretanto, nega que a decisão de Fátima Bezerra signifique rompimento do PT com o Governo do Estado. E que os cargos agora estão à disposição do diretório estadual do Partido dos Trabalhadores, que vai decidir o encaminhamento.

Não se trata dos primeiros indicados por Fátima Bezerra a deixar a administração Robinson Faria. No começo de setembro, a professora Socorro Batista foi exonerada do cargo de secretária-adjunta da Secretaria de Educação e Cultura (SEEC).

A versão corrente é que a demissão foi ordenada pela primeira-dama e secretária de Assistência Social, Juliane Faria, que teria ficado irritada com a declaração pública de Socorro Batista em defesa dos servidores da Uern, em greve há quase cinco meses. O episódio desagradara profundamente Fátima Bezerra.