Exclusão de José Adécio causa mal-estar em evento do DEM

A convenção estadual do DEM, sábado (24), quando o senador José Agripino foi reconduzido à presidência do partido no Estado, provocou dissabor e mal-estar envolvendo o deputado estadual José Adécio (DEM). É que o parlamentar, embora alinhado a Agripino há 38 anos, ficou de fora da executiva estadual da legenda.

A assessoria de imprensa de Adécio tratou a exclusão do deputado como uma “grande surpresa” e descreveu o comportamento dele após tomar conhecimento do fato. “Visível foi a sua insatisfação e palpável a sua reação, se negou a falar e saiu da reunião antes da conclusão sem cumprimentar a ninguém”.

Ainda segundo a assessoria, para os amigos, e quem o conhece, essa é a maneira que sempre reagira “diante de tamanha discriminação e falta de consideração”, apesar de ser “correligionário leal, correto e disciplinado há 38 anos”.