O aplicativo desenvolvido pelos estudantes da Ufersa é destinado a facilitar a aprendizagem de alunos com autismo (Foto: Cedida).

Estudantes da Ufersa são premiados no Campus Mobile em São Paulo

A equipe formada pelos estudantes da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), Luiza Morais de Medeiros, Luana Carla de Andrade e Derycly Douglas Eufrásio Galdino foi premiada na 5ª edição do Campus Mobile na categoria Educação. Dos 52 projetos de estudantes de todo o Brasil apresentados no Campus Mobile, apenas 9 foram premiados, entre eles o Aplicativo EduAuti desenvolvido pelos estudantes da Ufersa em Mossoró, o único projeto do Rio Grande do Norte presente no evento.

O aplicativo desenvolvido pelos estudantes da Ufersa é destinado a facilitar a aprendizagem de alunos com autismo. A ideia de criar o Aplicativo partiu da estudante Luiza Medeiros, mestranda em Ecologia da Universidade e membro de uma Organização Não Governamental (ONG), após visita a uma família que se desdobra na assistência a três gêmeos diagnosticados com Transtorno do Espectro Autista.

Com o projeto desenvolvido, Luiza ganhou o apoio dos estudantes Luana Carla, do curso de Engenharia Mecânica, e Derycly Douglas, do curso de Engenharia de Produção, e assim aperfeiçou o aplicativo. O EduAuti é uma ferramenta de inclusão que aprimora a aprendizagem dentro e fora da escola a partir do desenvolvimento da oralidade em crianças com autismo.

Premiação

Com a premiação, os alunos da Ufersa ganharam R$ 1,8 mil, que agora devem ser utilizados na Start Up da equipe. Além da premiação em dinheiro, os estudantes da Ufersa poderão viajar para a Região do Vale do Silício nos Estados Unidos.

“Fizemos a apresentação teste na última quarta e todos os projetos eram muito bons. Estamos felizes demais. Foi bem emocionante quando chamaram o nosso projeto. A equipe do Campus Mobile vai determinar algumas metas que temos que cumprir. Se cumprirmos todas as metas com excelência, vamos sim para os EUA”, conta a estudante Luiza Medeiros.

O Campus Mobile é uma iniciativa do Instituto NET Claro Embratel, em parceria com a Associação do Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico (LSI – TEC) com o apoio do Laboratório de Sistemas Integráveis da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (LSI-USP). A equipe da Ufersa ganhou. A solenidade de premiação aconteceu na sexta, dia 10 de fevereiro, na Universidade de São Paulo (USP).

O programa Campus Mobile começou em 2012 e tem o objetivo de identificar, estimular e contribuir para a formação de jovens talentos universitários para atuação no desenvolvimento de conteúdos e novos serviços de telefonia móvel e contribuir para o desenvolvimento social do Brasil.