Estado do Rio Grande do Norte registra primeiro caso suspeito de cepa indiana do coronavírus

Quadro do paciente é considerado estável.

Um paciente recém-chegado do Maranhão ao RN é o primeiro caso de suspeita de infecção da nova cepa indiana do novo Coronavírus. A divulgação foi feita nesta segunda-feira (31) pela Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), que também informou que as amostras do caso serão enviadas para análise da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e ao Instituto Evandro Chagas (IEC). O quadro do paciente é considerado estável e, de acordo com a Sesap, está sob acompanhamento médico cumprindo isolamento em casa.

 

Nova variante

A Índia enfrenta um momento crítico na pandemia e identificou uma nova cepa do coronavírus SARS-CoV-2, considerada uma variante de preocupação pela Organização Mundial da Saúde (OMS), assim como as mutações já identificadas no Reino Unido, na África do Sul e no Brasil.

Tripulantes de um navio com bandeira indiana entraram em isolamento no Maranhão após testarem positivo para Covid-19 em 20 de maio. Em seis deles, foi confirmada a presença da nova variante após investigação feita pelo Instituto Evandro Chagas (IEC), órgão ligado a Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde (SVS/MS).

Um dos tripulantes, no entanto, evoluiu para um caso grave. Ele foi internado e intubado em uma Unidade de Terapia Intensiva da rede privada da capital maranhense. O subsecretário de Atenção Básica, Vigilância e Promoção da Saúde de Campos dos Goytacazes, Charbell Kury, acrescentou que, além do passageiro, duas pessoas que tiveram contato com ele estão sendo monitoradas.

 

Com informações da Agência Brasil.