Escola de Governo forma 143 servidores em Tecnologia em Gestão Pública

A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern) realizou na noite na última terça-feira a cerimônia de colação de grau dos graduandos do curso superior de Tecnologia em Gestão Pública, do Campus de Natal, ano 2015.1. A solenidade foi presidida pelo reitor da Uern, Pedro Fernandes, e contou com a presença do governador Robinson Faria, chanceler da Universidade e paraninfo da turma.
O curso é resultado da parceria firmada entre a Secretaria Estadual de Administração e dos Recursos Humanos (Searh), através de sua Escola de Governo, e a Uern. A proposta é formar gestores nos mais diversos segmentos da máquina estatal, considerando a modernização da administração pública brasileira.

Nesta primeira turma, 55 servidores públicos foram graduados. Além de Natal, foram capacitados servidores de Mossoró, Caicó e Pau dos Ferros, totalizando 143 servidores públicos do Rio Grande do Norte formados nestas primeiras turmas.

A graduada Grace Queiroz Oliveira foi a oradora da turma. Em seu discurso, ela expressou o desejo que moveu a turma a realizar o curso. “Eu escolhi gestão porque acredito em uma nova maneira de administrar a máquina pública e em uma nova forma de se construir políticas públicas. Esse é o sentimento da maioria das pessoas que estão se formando hoje aqui.”

O reitor Pedro Fernandes destacou a importância do curso, que capacitou servidores públicos. “Somos servidores capacitando servidores. Enfrentamos inúmeras dificuldades, antes mesmo de formar a turma que hoje está sendo graduada, superamos e estamos quebrando tabus. Estamos nos dedicando e iremos fazer novas parcerias em nível de graduação e pós-graduação”, afirmou o reitor.

O próximo passo da parceria entre o Governo do Estado e a Uern será a abertura de mais quatro turmas do curso tecnológicos, sendo duas em Mossoró e duas em Pau dos Ferros para 2016/2017.

O objetivo da união interinstitucional é a capacitação para que o servidor público estadual possa desenvolver o trabalho com maior qualificação. O curso é reconhecido pelo Conselho Estadual de Educação, oficializado pelo próprio governador em decreto publicado no final de novembro deste ano.