Dona Lourdes Rosado

Elder Heronildes da Silva Zélia Macêdo Heronildes.

OS LUGARES DA LEMBRANÇA

Disseram-me, e eu fiquei triste, que Dona Lourdes Escóssia Rosado, havia falecido. A tristeza, inopinadamente, transformou-se nu8ma suave lembrança, que penetrava sensitivamente na memória, vinda do coração, através de suas cordas vibrantes.

Na memória, uma outra lembrança já ocupava um lugar de destaque, sempre reservando e preservando um outro, que ninguém sabia porque; e agora será preenchido com carinho e com afeto, fazendo dali um lugar de sentimento purificador, pela bondade e pela amizade dos seus ocupantes.

Agora, não há mais o vazio, há a presença de dois seres, preenchendo os seus respectivos lugares nas lembranças suaves que nunca morrem, pois originárias, da amizade, do afeto, do bem querer e do carinho; sem outro interesse senão da junção espiritual dos sentimentais mais nobres e mais caros, na valorização da compreensão recíproca.

São eles, Vingt Rosado e Dona Lourdes Rosado.

Dona Lourdes, como gostava de referir-se Vingt, em conversa comigo, era a representação ao mais expressiva, mais gentil, mais suave, mais cândida e compreensiva, no tratamento que devotava às pessoas que privavam do relacionamento com o casal; mesmo no turbilhão político existente constantemente à sua volta, nunca abandonava a meiguice e a suavidade ao falar.

Digo, clara e publicamente, porque sempre fui alvo desse carinho, desse afeto e desse bem querer, que também emanavam do seu esposo.

Há tempos não a via, e quando isso acontecia, sua presença me fazia bem. Todas as lembranças que tenho dela, Dona Lourdes, são agradáveis, pois ela exalava bondade e valorizava as amizades.

No velório de Vingt, como agora, não contive as lágrimas copiosas que molhavam o meu rosto.

Senti, então, a delicadeza de uma mão no meu ombro, e a voz, mais delicada ainda, dizendo: “Elder, eu sei o que você está sentindo, pois mais ainda sinto eu. Agora é bom você repousar.”

Ofereceu-me uma rede ou uma cama para que eu repousasse, preferi ir para casa.

É isso o que eu sinto agora, desejando a todos os seus familiares, em meu nome e no de Zélia Macêdo, profundo sentimento de solidariedade, na certeza de que ela está ao lado de Deus, recebendo, diretamente, as bênçãos do Senhor.

Elder Heronildes da Silva                             Zélia Macêdo Heronildes.