Dona de casa assassinada a tiros em oficina na favela das Malvinas

Na manhã de ontem, a dona de casa Maria Suliene da Costa Moura, 23, foi assassinada a tiros dentro de uma oficina, na favela das Malvinas, em Mossoró. A vítima foi atingida por dois tiros e morreu quando recebia socorro médico do Samu.

De acordo com o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), por volta das 9h30, a mulher estava em uma oficina, na avenida Antônio Bento, quando foi surpreendida por dois elementos que chegaram de moto e atiraram nela. Ela sofreu dois tiros, chegou a ser atendida pelo Samu, mas não resistiu.

Uma guarnição da Polícia Militar e agentes da Delegacia Especializada em Homicídios (Dehom) estiveram no local do crime colhendo informações sobre o assassinato, mas nada de concreto foi informado aos investigadores.

Porém, uma das linhas de investigação que a Dehom adotou seria queima de arquivo, uma vez que os familiares de Maria Suliene contaram que ela teve há pouco tempo o marido assassinado a tiros.
Segundo o Instituto Técnico e Científico de Polícia (Itep), a dona de casa sofreu dois tiros na cabeça.