Detentos utilizam buraco em parede para escaparem da Cadeia Pública em Nova Cruz

Por volta das 6h30 de ontem, a equipe de agentes penitenciários da Cadeia Pública de Nova Cruz descobriram um buraco escavado na parede de uma das celas, por onde três detentos fugiram durante a madrugada.

Após a descoberta da fuga, a direção da Cadeia Pública acionou o Grupo de Operações Especiais (GOE), força de elite da Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania (Sejuc), para realizar a recontagem dos detentos.

A fuga foi percebida pelo guariteiros que avistaram o buraco, com os presos saindo de dentro e entrando no matagal nas imediações da unidade prisional. O sentinela ainda disparou alguns tiros e evitou a saída de outros reclusos.

A Coordenadoria Penitenciária Estadual (Coape) confirmou a fuga e informou que esta é a segunda fuga este ano na unidade prisional e a segunda desde que a Cadeia Pública foi inaugurada em março de 2010. No dia 20 de outubro, dois presos fugiram usando uma “teresa” (corda feita de lençóis).Atualmente 250 detentos estão reclusos na Cadeia Pública.