Debate aponta ações para interiorizar turismo no RN

Discutir os meios para encurtar a distância entre o interior e a capital do Rio Grande do Norte. Foi com essa premissa que o deputado estadual Souza Neto (PHS) propôs a audiência pública para potencialidades econômicas e turísticas das regiões do interior do Estado, na manhã desta sexta-feira (9), na Governadoria, em Natal. O debate contou com a participação de representantes de entidades ligadas ao turismo e comércio, além de prefeitos e secretários de município.

“Esperamos que esse discurso possa se transformar em realidade através de um projeto que seja de estado, e não de governo. É preciso descentralizar investimentos e gerar oportunidade nas mais diversas regiões. A interiorização do desenvolvimento é imprescindível, o RN precisa repensar seu modelo de desenvolvimento, centrado apenas na região metropolitana. É preciso criar um calendário regional de eventos e investir”, destacou o deputado.

A necessidade de um trabalho alinhado, por parte de todas as esferas da administração pública, iniciativa privada e sociedade, foi enfatizada na fala dos que participaram da audiência pública.

Potencial

“Acho que o turismo de sol e praia do nosso estado é diferenciado, temos praias com movimento, com falésias, dunas e demais componentes como rios e lagoas. Mas também não é só o turismo de sol e praia. Temos o turismo náutico, religioso, de aventura e ainda temos mata, parques, sítios arqueológicos, atrações privadas e muito mais. Precisamos de união para mostrar essas riquezas para o Brasil e para o mundo”, disse o prefeito de Baia Formosa, Nivaldo Melo.

Representante da Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (Fiern), Helder Maranhão destacou a necessidade de descentralização do desenvolvimento econômico no estado. “Apesar de o turismo não ser uma atividade natural da Fiern, trabalhamos para isso. Tudo com identificação de oportunidades, promovendo pesquisas, palestras e outras atividades. Propomos a realização de um pacto político e social pelo RN”, disse.

O exemplo bem sucedido do município de Santa Cruz, que construiu uma nova fonte de recursos através do investimento no turismo religioso, foi destacado pelo coordenador da Câmara Empresarial do Turismo, George Gosson. Ele participou da reunião como representante da Fecomércio. “É preciso que os prefeitos atuem de forma alinhada para que seus pleitos sejam contemplados de forma ampla. É preciso um trabalho em conjunto”, concluiu.

Segundo Ives Guerra, representante do Sebrae, o turista que visita as atrações do interior do estado é, em esmagadora maioria, do Rio Grande do Norte. “Isso é bom, mas temos que reforçar a divulgação desses destinos fora do estado”.

Expectativa

O secretário adjunto de Desenvolvimento Econômico, Otomar Cardoso Jr, falou sobre a expectativa quanto à ativação da Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (REDESIM). “Precisamos resgatar a identidade cultural do Rio Grande do Norte e trabalhar essa imagem. Assim como o perfume francês, o uísque escocês, temos o bordado e o queijo do Seridó, só para citarmos dois exemplos”, disse.

Uma melhor apropriação dos instrumentos de planejamento foi enfatizado pela subsecretária de Turismo do RN, Solange Portela. “É preciso haver uma integração das três esferas da administração pública, além da contribuição dos poderes, setor privado e sociedade”, disse.

Divulgação

A necessidade de investimento na divulgação de roteiros alternativos dentro do Rio Grande do Norte foi destacada durante o encontro. A presidente da Emprotur/RN, Aninha Costa, citou apresentação de alguns roteiros que vem sendo feitas em feiras e eventos do setor.

Representantes da imprensa também participaram da audiência. O apresentador do Rota Intertv Leonardo Souza apresentou a proposta do programa e a receptividade ao conteúdo eu destaca as atrações do interior do RN. “Somos o primeiro programa regional a ganhar um site dentro do Gshow, com chamadas na capa do portal para todo o Brasil”, disse. A jornalista Mauricéia Cavalcante, especializada em turismo, também participou do debate. (Assembleia Legislativa)