Começa Campanha Nacional de Vacinação nesta segunda-feira (23)

O Ministério da Saúde inicia nesta segunda-feira (23) a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. A primeira etapa é destinada a idosos e trabalhadores da área da saúde. Ainda serão realizados mais dois momentos para públicos diferentes, com objetivo de alcançar cerca de 67,6 milhões de pessoas em todo o país.

Neste ano, o Ministério da Saúde mudou o início da campanha, de abril para março, para proteger de forma antecipada os públicos prioritários contra os vírus mais comuns da gripe.

A vacina não tem eficácia contra o coronavírus, porém, neste momento, irá auxiliar os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico para coronavírus, já que os sintomas são parecidos. E, ainda, ajuda a reduzir a procura por serviços de saúde. Estudos e dados apontam que casos mais graves de infecção por coronavírus têm sido registrados em pessoas acima de 60 anos, grupo que corresponde a 20,8 milhões de pessoas no Brasil. Por isso, a primeira etapa da campanha contempla esse público.

:: Saiba onde encontrar informações verdadeiras e oficiais sobre o coronavírus ::

A segunda etapa da campanha terá início no dia 16 de abril com objetivo de vacinar doentes crônicos, professores (rede pública e privada) e profissionais das forças de segurança e salvamento. A última fase começa no dia 9 de maio

Algumas fake news circulam a respeito da campanha de vacinação este ano. É mentira que que o público mais idoso não deve ir se vacinar. E também é mentira que a vacina contra a gripe pode deixar a pessoa mais vulnerável ao coronavírus.

:: Isolamento e ansiedade: como adaptar a rotina durante o período de quarentena ::

Este ano, a meta é vacinar, pelo menos, 90% de cada um desses grupos, até o dia 22 de maio. Para isso, foram adquiridas 75 milhões de doses da vacina, que já estão sendo enviadas aos estados.

O dia “D” de mobilização nacional para a vacinação acontece no dia 9 de maio (sábado). Nesta data, os 41 mil postos de saúde ficarão abertos para atender todos os grupos prioritários.

 

 

Agencia Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *