“Chuva de Bala no País de Mossoró” ganhará versão de filme e será exibido durante o Mossoró Cidade Junina Virtual

A Prefeitura de Mossoró anunciou as mudanças esperadas para os grandes festejos de junho na cidade: o Mossoró Cidade Junina, que tradicionalmente acontece no entrono da Estação das Artes Elizeu Ventania, acontecerá em formato virtual devido à pandemia.

O espetáculo Chuva de Bala no País de Mossoró está em processo de gravação, ganhará ares cinematográficos e será transmitido durante o MCJV em formato: “…não é totalmente um filme. Quando a gente diz Chuva de Bala: um filme, trata-se de uma lembrança. Como dizemos ‘passou um filme na nossa mente’. O Chuva de Bala: um filme é nesse sentido. O espetáculo esse ano vai lembrar sempre o teatro porque por mais que estejamos filmando em externas, como as cenas do cangaceiro que vão ser na mata, as cenas do prefeito que foram gravadas no gabinete do próprio prefeito na Prefeitura, mas sempre vai ter alguma cena que tem um corte e o ator aparece no foco do teatro para que a gente não esqueça que se trata de um espetáculo teatral e que estamos fazendo no período de pandemia. Mostra, inclusive, a plateia vazia muitas vezes”, explica o assistente de direção Júnior Félix.

Situações inusitadas como Lampião e o prefeito Rodolfo Fernandes usando álcool em gel, chamarão a atenção do público para o panorama atual de pandemia em que vivemos e em muitos momentos, personagens que fazem parte do enredo natural da peça, estarão usando máscaras.

A produção envolve mais de 100 pessoas, entre artistas e técnicos, a direção é de Marcos Leonardo, com assistência de Júnior Félix, coreografias de Hykaroo Mendonça, música de Caio Padilha e texto original de Tarcísio Gurgel.