Chiquinho Duarte deixa legado nas tradições carnavalescas de Mossoró

Faleceu na manhã de ontem um dos mais antigos cronistas sociais de Mossoró, Francisco Duarte de Souza, carinhosamente conhecido como Chiquinho Duarte. Ele morreu aos 86 anos em casa devido a complicações de saúde.

O corpo do cronista foi velado em sua residência, no bairro Paredões, e foi sepultado na tarde de ontem no Cemitério São Sebastião.

Colunista de sucesso na década de 1960, Chiquinho Duarte marcou época na sua profissão. Além de cronistas social, ele foi um carnavalesco bastante conhecido no município e assinava a organização dos eventos mais importantes da cidade.

Pelo seu trabalho como carnavalesco, o troféu do tradicional “Baile de Máscaras”, promovido pela colunista social Marilene Paiva, levou o nome de Chiquinho Duarte, em uma justa homenagem aos trabalhos desenvolvido por ele.