Ceará adota medidas mais rígidas contra a Covid-19

Decreto assinado pelo governador pretende evitar aglomerações e aumento de casos

Ceará passou a ter medidas mais rígidas para evitar aglomerações e conter o aumento dos casos da Covid-19 no estado. Entre as medidas, previstas em um decreto assinado pelo governador Camilo Santana, nesta quinta-feira (18), estão o toque de recolher entre as 22h e 5h, a suspensão das aulas presenciais nas escolas, universidades públicas e privadas e a circulação e uso de espaços públicos, como praças, praias e calçadões.

As novas regras se estenderão pelos próximos 10 dias e, de acordo com o governador, as decisões levaram em consideração a situação epidemiológica do estado e sua curva ascendente de contaminação. Santana afirmou que, no período de 18 de janeiro até o dia 17 de fevereiro, o número de pacientes internados em leitos de UTI com covid-19 passou de 226 para 652, enquanto a quantidade de pacientes em enfermarias aumentou de 581 para 1.026.

Fonte: Brasil 61