Nos primeiros meses de 2016, foram notificados 49.829 casos suspeitos da doença no RN.

Casos suspeitos de dengue aumentam 111,89% em um ano no Estado

Dados do último Boletim Epidemiológico emitido pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) mostram que o número de casos suspeitos de dengue até a semana epidemiológica número 20, terminada em 21 de maio, aumentou 111,89% em relação ao mesmo período do ano passado. Nos primeiros meses de 2016, foram notificados 49.829 casos. Já em 2015, foram notificados 23.516 suspeitas.

Dos casos notificados nestes primeiros meses de 2016, apenas 13,99%, ou 6.973 pacientes, foram confirmados, sendo 6.894 para dengue, 68 como dengue com sinais de alarme e 11 como dengue grave. No mesmo período de 2015, foram confirmadas 22,04% das suspeitas com 5.184 casos, sendo 5.128 para dengue, 48 dengue com sinais de alarme e 8 como dengue grave.

De acordo com o Programa Estadual de Controle da Dengue (PECD), em 2016, 120 municípios do estado apresentam uma alta incidência acumulada de dengue, ou seja, notificaram mais de 300 casos da doença por 100.000 habitantes.  Outros 31 cidades, apresentam média incidência e somente 14 tiveram baixa incidência.

Há três municípios potiguares silenciosos em relação às notificações de dengue, ou seja, não notificaram nenhum caso suspeito de dengue nesse período, o que aumenta a preocupação em relação à sub notificação.

“O PECD reforça a necessidade de sensibilizar os profissionais de saúde para a responsabilidade de notificarem todos os atendimentos que se enquadrarem na definição de caso suspeito para dengue definido pelo Ministério da Saúde”, informa a Sesap em nota.

Mortes por dengue

O boletim traz ainda um dado alarmante: o número de óbitos relacionados à dengue confirmados e sob investigação no Estado aumentou 546% desde o ano passado.

No ano de 2015, foram notificados 17 óbitos e em 2016 já são 117 mortes, sendo que dois foram confirmados para dengue grave, 11 descartados e os demais estão sob investigação.

Chikungunya

O Boletim Epidemiológico também apresenta os dados da incidência de febre do Chikungunya. Foram notificados 4.741 casos da doença no ano de 2015, mas apenas oito foram confirmados.  Em 2016, até 21 de maio, foram notificados 11.707 casos e confirmados 1.559.

Zika

Em 2015, foram notificados 3.004 casos suspeitos de zika vírus. Em 2016, no mesmo período, foram notificados 16.409. Dos casos notificados, foram confirmados 73 em 2015 e 4 em 2016.

Os casos notificados em 2015 estão distribuídos em 55 municípios e em 2016 no mesmo período, em 51 municípios.

Única forma de evitar as três doenças é combater o mosquito (ilustração: Secretaria de Saúde - BA)
Única forma de evitar as três doenças é combater o mosquito (ilustração: Secretaria de Saúde – BA)