Sandra Rosado protesta contra assassinato de vereadora no Rio de Janeiro.

Câmara de Mossoró faz um minuto de silêncio pela vereadora Marielle Franco

A Câmara Municipal de Mossoró respeitou, na manhã desta quinta-feira (15), um minuto de silêncio à vereadora carioca Marielle Franco (Psol), assassinada a tiros na noite da quarta-feira, no Rio de Janeiro. A homenagem foi proposta pela vereadora Sandra Rosado (PSB), na sessão solene em celebração aos 166 anos de emancipação política de Mossoró.

Tão logo a solenidade foi aberta, a parlamentar pediu a palavra e sugeriu a homenagem, aceita de pronto pelos presentes, que, de pé, dedicaram um minuto de silêncio no plenário. Sandra Rosado protestou contra o assassinato da vereadora carioca.

“Recebi a notícia com tristeza e indignação. Uma colega representante do Legislativo, assassinada em pleno cumprimento de seu mandato. Um crime terrível e covarde, que não pode ficar impune e que precisa ser esclarecido o mais rápido possível”, disse

A vereadora acrescenta que a morte de Marielle Franco é um triste alerta para o aumento da violência contra a mulher, inclusive, em Mossoró, onde várias mulheres têm sido assassinadas. “Não podemos nos calar. É um problema crescente”, alerta Sandra.

Reconhecimento

Ainda na sessão solene dos 166 anos de emancipação política de Mossoró, Sandra Rosado homenageou o diretor do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil em Mossoró (Sintracom), José Lourenço Neto, com o Diploma do Mérito Sindical da Câmara.