Caern identificou mais de 13.500 ligações irregulares no RN

As irregularidades mais recorrentes são desvio da tubulação do hidrômetro para não ser contabilizado na conta de água e danos aos hidrômetros

Nos últimos 12 meses, a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) realizou mais de 50 mil fiscalizações em todo o Estado, identificando um total de 13.648 ligações clandestinas nos hidrômetros dos consumidores. Os famosos “gatos”, são irregularidades na ligação de água que são feitas pelos próprios usuários, com o objetivo de reduzir o consumo.

De acordo com a assessoria de imprensa da Caern, as irregularidades mais recorrentes são desvio da tubulação do hidrômetro para não ser contabilizado na conta de água e os danos aos hidrômetros. A ação irregular prejudica o sistema de abastecimento e é crime previsto no código penal.

Equipes que integram o Núcleo de Fiscalização e Combate a Fraudes atuam diariamente no trabalho de fiscalização e investigação de denúncias que são feitas pela população. A companhia alerta que as ligações clandestinas são passíveis de multa, suspensão do fornecimento de água e outras penalidades.

O furto de água é considerado uma perda comercial para a Companhia, além disso, prejudica o abastecimento, já que essa água deveria ser distribuída apenas para ligações ativas. “As ações de fiscalização buscam coibir as ligações clandestinas e possibilitar uma melhor distribuição entre os clientes da Companhia”, explica Giordano Filgueira, Superintendente Comercial.

As fraudes podem ser denunciadas de forma anônima através da Ouvidoria da Caern através do telefone 0800 84 028100 ou pelo e-mail [email protected] A companhia pede o apoio da população para que sejam realizadas as denúncias, em caso de identificação de possíveis irregularidades.

Deixe um comentário