Brasil pega Argentina sem Messi pela 1ª vez. E isso não assusta os “hermanos”

Após quatro jogos sem sua principal estrela, a seleção brasileira terá o retorno de Neymar para o jogo contra a Argentina, na quinta-feira, em Buenos Aires, pela terceira rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo 2018. Do outro lado, no entanto, a grande atração dos adversários não estará em campo. Pela primeira vez na história, Lionel Messi desfalcará os “hermanos” em um jogo oficial contra o Brasil.

A partida no estádio Monumental de Nuñez representará um cenário inédito nesta “era Messi”. Desde que estreou com a camisa de seu país, em 17 de agosto de 2005, o craque do Barcelona havia jogado todos os sete jogos contra os brasileiros. Ele ficou de fora apenas nos amistosos do Superclássico das Américas, pois não poderia ser convocado – o jogo era apenas para atletas que atuavam o Brasil e na Argentina.

O desfalque de Messi por conta do rompimento do ligamento do joelho esquerdo, no entanto, não chega a assustar os argentinos. A presença do craque em campo nunca significou grandes resultados contra o Brasil. Em sete partidas, foram apenas duas vitórias, um empate e quatro derrotas para o maior rival da América do Sul.

Mesmo com os tropeços diante de Equador (0 x 2) e Paraguai (0 x 0) nas primeiras rodadas das Eliminatórias, o treinador Gerardo “Tata” Martino evita colocar qualquer peso na ausência de seu principal jogador.