Reportagem apresentou impressões de paciente e familiares prejudicados pela falta de recursos

Bom Dia Brasil mostra drama de 700 pacientes com câncer sem tratamento em Mossoró

A terça-feira começou com a repercussão nacional do drama vivido por pacientes em tratamento contra o câncer de Mossoró e região. Com repasses do Sistema Único de Saúde (SUS) retidos pela prefeitura de Mossoró e Governo do Estado, o Centro de Oncologia teve que suspender o tratamento que atinge cerca de 700 pacientes, fato que tem aterrorizado a vida de milhares de pessoas.

O caso foi mostrado em reportagem do Bom Dia Brasil, jornalístico da Rede Globo de Televisão exibido na manhã desta terça-feira. Na reportagem, que já havia sido veiculada no RN TV Segunda Edição desta segunda-feira.

A reportagem mostra o caso de pacientes e familiares que sofrem com o problema. O diretor do Centro de Oncologia de Mossoró disse que os repasses feitos pelo governo estadual e a prefeitura estão atrasados desde o começo do ano e já somam mais de R$ 2,2 milhões, dinheiro fundamental para manter a unidade funcionando.

Por causa do atraso nos repasses, pelo menos 700 pessoas estão com o tratamento de quimioterapia interrompido.

A prefeitura de Mossoró disse que a dívida com o Centro de Oncologia é referente ao ano passado e que fez um acordo para parcelar o valor em dez vezes. Segundo a prefeitura, os repasses de janeiro e fevereiro – no valor de R$ 1,5 milhão – foram feitos.

Já a Secretaria Estadual de Saúde admitiu o atraso e disse que o pagamento será feito nesta terça-feira (26).

Na manhã de hoje familiares realizaram um protesto na frente do Centro de Oncologia de Mossoró. O protesto foi interrompido por Guardas Municipais que alegaram o uso de um carro de som.