Barraqueiros reclamam de queda nas vendas durante Festa de Santa Luzia

Barraqueiros e comerciantes reclamam de queda nas vendas durante a Festa de Santa Luzia deste ano. O problema afeta vendedores dos mais diversos produtos e até mesmo a tradicional venda de imagens de santos foi afetada pelo momento de desaceleração da economia. Na última semana dos festejos, comerciantes fazem balanço de até 50% de redução na movimentação em relação ao ano passado.

“Venho de Juazeiro do Norte (CE) participar da Festa de Santa Luzia há 20 anos e este ano foi um dos mais difíceis. Alguns colegas meus que montavam barraca aqui nem vieram este ano. Desde o início da festa até hoje eu só apurei uns R$ 600 bruto, sendo que em anos anteriores chegava a seis ou sete vezes isso”, disse o comerciante Océlio Gomes.

Por causa da diminuição na procura pelos produtos, muitos empreendedores vindos de outros municípios, sobretudo do Ceará, reduziram o tempo de estada na cidade e vão participar menos dias da festa, o que afeta outros setores como o de hotelaria e alimentação. Tradicionalmente, muitos barraqueiros chegavam à cidade na terça-feira, 1º, antes do início da festa. Este ano, porém, muitos resolveram chegar noúltimo domingo, 6.

“Mesmo com menos barracas vendendo imagens, este ano a movimentação está baixa. Fazia quatro anos que eu não participava da Festa de Santa Luzia. Espero que nesta última semana as vendas aumentem”, diz o vendedor Elton Jones Araújo.