Baraúnas agenda para 10 de dezembro apresentação dos seus jogadores

A temporada 2016 para o futebol de Mossoró já tem seu próximo passo definido para ser dado. O Baraúnas agendou para o dia 10 de dezembro o início da preparação do time que irá disputar o Campeonato Estadual, que tem a primeira rodada marcada para 24 de janeiro. Nesse dia o tricolor começa o trabalho de campo, após a recepção dos jogadores e exames médicos.

Antes, porém, com prazo marcado entre a noite de ontem e o dia de hoje, a diretoria pretende oficializar o nome do treinador que já vem sendo negociado. As informações do início da semana falavam em Gilvan Sales e Wassil Mendes, os dois já com passagem pelo “Leão do Oeste” e que gozam de um bom relacionamento com a diretoria e a própria torcida.

Wassil Mendes inclusive vem com uma bagagem positiva de haver dirigido o time em suas principais conquistas estaduais. Também foi sob seu comando que o Baraúnas realizou a memorável campanha na Copa do Brasil, quando era o seu presidente, João Dehon.

Tricolor segue com peneirão por cidades da região Oeste

Paralelamente ao trabalho de busca de atletas mais experientes, a diretoria do Baraúnas resolveu investir na juventude. O clube vem realizando uma série de “peneirões” por cidades da região Oeste na busca de jovens com talento para o futebol. Na última semana foi à cidade de Areia Branca e no próximo domingo irá a Campo Grande.

A meta até o final do trabalho é observar um total de 800 jovens com idade limite de 20 anos, sendo que, a cada peneirão um grupo será escolhido, os quais ainda irão passar por uma avaliação final. De acordo com o cronograma, aqueles que forem selecionados agora terão que passar por um novo “peneirão” na Toca do Leão, quando serão definidos quem será integrado ao elenco principal do Baraúnas.

Na missão de “olheiro”, ou seja, pessoa responsável pela avaliação técnica, foram escolhidos os ex-jogadores Cícero Ramalho e Agnaldo Fidelis, ambos inclusive com experiência internacional quando atletas.

sse trabalho também segue uma determinação do regulamento do Campeonato Potiguar de 2016 que obriga os clubes a terem em seus elencos cinco jogadores com idade máxima de 22 anos.