Assembleia cria frente em defesa do cooperativismo

Na homenagem da Assembleia Legislativa ao centenário do cooperativismo no Rio Grande do Norte, ontem, no plenário da Casa, o presidente Ezequiel Ferreira de Souza (PMDB) anunciou a criação da Frente Parlamentar do Cooperativismo. A atuação será destinada a promover o aprimoramento da legislação estadual, defendendo os interesses do cooperativismo e promovendo o seu desenvolvimento.
Na solenidade, foi descerrada a placa homenageando a data e homenageadas dez personalidades potiguares que contribuíram para o fortalecimento do setor.

“Num mundo cada vez mais preocupado com a redução das desigualdades, o cooperativismo é o caminho ideal para a construção de uma sociedade mais justa, solidária, democrática e feliz. O cooperativismo pode contribuir decisivamente para que o Rio Grande do Norte consiga se transformar num Estado com maior geração de emprego e melhor distribuição de renda”, afirmou Ezequiel.
O presidente mencionou importantes nomes que colaboraram para a consolidação do cooperativismo no Estado, como o ex-governador José Cortez Pereira de Araújo, que criou o projeto de colonização de Serra do Mel, transformando em agrovilas.

Também foram homenageados o ex-senador José de Souza Martins, Haroldo Abuana Osório (presidente da Ceccope/RN), o médico Gley Nogueira Fernandes Gurjão, um dos criadores do sistema de cooperativas de médicos no RN, a Unimed; o professor Militino Leite da Cunha (in memoriam), o ex-presidente da OCB/Sescoop/RN, Geraldo José Antas; o professor e historiador Manoel Barbosa de Lucena; Francisco Rubens Lopes, funcionário da Sescoop, e o engenheiro eletricista Roberto Coelho da Silva, presidente da OCB e da Sescoop no Estado.