Após protesto de servidores no Hospital da Mulher, Sesap anuncia que não fechará unidade

Na manhã de ontem, servidores do Hospital da Mulher Parteira Maria Correia fizeram uma manifestação sobre os rumores de fechamento da unidade. Os trabalhadores cobravam uma posição oficial da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) sobre a informação. Havia rumores sobre a possibilidade de fechamento do hospital, que até então não haviam sido desconfirmados pelo Governo do Estado.

Após a manifestação dos trabalhadores, a Secretaria encaminhou uma nota declarando que não fechará as portas da unidade. Nesta semana houve uma discussão sobre a situação do atendimento materno-infantil e a situação do Hospital da Mulher foi um dos pontos da pauta de debate.

Segundo a Sesap, o que está ocorrendo é a discussão de uma proposta para assegurar o fortalecimento e a qualificação da assistência materno-infantil para as regiões Oeste, Alto Oeste e Vale do Açu, dentro do processo de regionalização da Saúde que vem ocorrendo no Rio Grande do Norte.

Paralelo a essa proposta, está em execução um projeto para construção do Hospital Materno-Infantil de Mossoró, dentro do projeto RN Sustentável, com previsão para conclusão da obra em 2018.