Agroamigo supera marca de1 milhão de clientes

NATAL – No ano em que comemora dez anos de criação, o programa de microcrédito rural do Banco do Nordeste, Agroamigo, atingiu, em novembro, a marca de 1,077 milhão de agricultores familiares em carteira.

O número cresceu 16,5% em relação ao mesmo período de 2014, quando 925 mil produtores rurais eram atendidos pelo programa. Em uma década, foram financiados R$ 7,4 bilhões. Somente no Rio Grande do Norte, atualmente, são 60.651 agricultores familiares atendidos.

Este ano, o Agroamigo também comemora número recorde de operações contratadas: 410 mil, que somam valor total de R$ 1,68 bilhão, recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE). No mesmo período, no ano passado, o programa havia contratado R$ 1,4 bilhão, distribuído em 376 mil operações.

“Esses resultados demonstram a solidez do programa, que nos últimos dez anos tem levado conhecimento financeiro e oportunidades a agricultores em toda a região de atuação do banco”, avalia o superintendente de Microfinanças e Agricultura Familiar do Banco do Nordeste, Stélio Gama Lyra Junior.

Criado em 2005, o programa é operacionalizado em parceria com o Instituto Nordeste Cidadania (Inec) e o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). O objetivo é melhorar o perfil social e econômico dos agricultores familiares enquadrados no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).

Com metodologia própria, o Agroamigo é adaptado às condições do meio rural e tem como principal característica o atendimento integral a partir da presença do agente de microcrédito nas comunidades rurais. Ainda que voltado a pessoas que vivem no campo, o programa incentiva o desenvolvimento de atividades produtivas agropecuárias e não agropecuárias.

AGROAMIGO MAIS
Em 2012, em resposta a sua necessidade de expansão, o Agroamigo passou a ter dois produtos. No primeiro caso, o crédito continua beneficiando o grupo B do Pronaf (agricultores rurais com renda anual de até R$ 20 mil) com financiamentos de até R$ 4 mil.

Com a criação do Agroamigo Mais, porém, o programa passa a atender demais grupos do Pronaf (exceto A e A/C). Nesses casos, os agricultores com renda bruta familiar máxima de R$ 360 mil, nos últimos 12 meses, são beneficiados com financiamentos de até R$ 15 mil e limite total de R$ 30 mil para endividamento.