Acusado de estuprar mãe e filha foge da cadeia em Parnamirim

O detento Jeová Soares, conhecido como “Cego”, conseguiu fugir ontem do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Nova Parnamirim. Ele é um dos acusados de ter participado do estupro de mãe e filha no dia 24 de novembro passado, na cidade de Parnamirim.

Segundo a direção do CDP, o suspeito teria escapado por entre as grades da unidade durante o banho de sol. Foram realizadas diligências por policiais militares e agentes penitenciários, mas ele não foi localizado.

ENTENDA
Jeová Cego e Euclides Tomás, 18, são suspeitos de terem assaltado a residência de uma família no bairro de Bela Parnamirim, na noite do dia 24 de novembro.

Na ocasião, a dupla rendeu o marido e duas crianças, enquanto a mãe e a filha de 14 foram violentadas sexualmente. Após o estupro, a dupla fugiu levando objetos de valor e o carro da família. Horas após a ação criminosa, a polícia encontrou os assaltantes em um sítio em Pium, com os objetos roubados.

Eles confirmaram o roubo, mas negaram o estupro.