Ação da PC prende dois suspeitos de roubos a bancos no RN

Homens estavam com arsenal de armas

Policias civis prenderam, neste sábado (17), dois suspeitos de assaltos a agências bancárias e apreenderam três fuzis, pistolas, coletes a prova de balas e outros materiais que seriam usados em uma tentativa de resgate no presídio do Rio Grande do Norte.

Um dos suspeitos, de 31 anos, foi preso em Alexandria, no Oeste potiguar, e o outro, que tem 25, estava em João Pessoa. De acordo com a Polícia Civil, ambos são suspeitos de integrar uma facção criminosa e investigados por assaltos a agências bancárias em São Paulo do Potengi em outubro do ano passado.

Contra o suspeito de 31 anos, há quatro mandados de prisão em aberto e nove processos judiciais. O homem estava escondido na zona rural, onde foi preso com duas pistolas calibre 9mm e dezenas de munições do mesmo calibre. No momento da abordagem, ele apresentou um documento falso, mas foi reconhecido pelos agentes.

Após a sua prisão, o homem indicou uma granja onde estavam enterrados três fuzis de calibres 5,56 e 7,62; aproximadamente mil munições calibre 5,56; 90 munições de calibre 7,62; 13 munições de calibre 12; 142 munições de calibre 9mm; mais de 20 quilos de explosivos, seis coletes balísticos.

O homem confirmou que o material apreendido seria utilizado no resgate de presos de alta periculosidade, em um presídio do Rio Grande do Norte, disse a Polícia Civil. O outro foragido da Justiça, foi preso em João pessoa. Na ação, foram apreendidos um documento de identidade falso e munições calibre .50. Os dois presos foram encaminhados ao sistema prisional, onde ficarão à disposição da Justiça.

A operação foi realizada pela Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor), com apoio da Delegacia Municipal de Alexandria e da Delegacia de Furtos e Roubo de Campina Grande (Defur), confirma a Polícia Civil.

*Com informações do G1