A Medalha Milagrosa e as graças sobre a humanidade

Em 27 de novembro de 1830, Nossa Senhora apareceu a Catarina Laboure, com braços estendidos e dedos ornados por anéis que irradiavam luz. Estava rodeada pela frase “Oh Maria, concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós”. Maria ainda disse a Catarina: “Faz cunhar uma medalha onde apareça minha imagem como a vês agora. Todos os que a usarem receberão grandes graças”. Catarina perguntou por que alguns anéis não irradiavam luz, e soube que era pelas graças que não eram pedidas.

Quase dois anos depois, foram cunhadas duas mil medalhas e, desde então, a devoção se espalhou pelo mundo e não parou de crescer.

A aparição de Nossa Senhora a Catarina vem nos chamar a atenção para o esfriamento dos corações dos homens em relação a Deus. O ser humano tem deixado de amar e de confiar no Seu poder, e a medalha milagrosa é um grande meio que o Céu nos dá para que nos voltemos para o Senhor, para Seu amor e Sua bondade infinita.

Deus quer que peçamos grandes graças, não só para que aconteçam em situações corriqueiras, mas nos momentos de grandes tribulações. Precisamos pedir pelas famílias, pelo bem da humanidade, por leis a favor da vida, pelo nosso país. Supliquemos que o Senhor intervenha nas tragédias que estão acontecendo e peçamos pela paz no mundo, Pelos milagres, pelos impossíveis.
Além das promessas àqueles que usarem a Medalha milagrosa, na Canção Nova, aprendemos com Monsenhor Jonas a ?plantar? a medalhinha – literalmente lançá-la -, como uma semente que gerará o milagre.

Foi assim ?nos inícios? da comunidade! Monsenhor Jonas tinha o desejo de adquirir o terreno onde hoje é a sede da Canção Nova. Algo impossível na época. Então ele veio ao terreno e jogou a medalha de Nossa Senhora das Graças, confiando nos desígnios de Deus. Tempo depois, o proprietário do terreno ofertou-o à Canção Nova, parcelando o pagamento, porque sentiu que não devia vendê-lo a mais ninguém. E mesmo sem ter total condição, o sacerdote deu este passo na fé. O dinheiro veio chegando conforme os pagamentos iam vencendo.

Portanto, o Criador em Sua infinita Sabedoria, quis colocar Nossa Senhora entre nós e Sua bondade. Ela é medianeira.

Acredite! A medalha milagrosa tem poder!

Sandro Arquejada é missionário da Comunidade Canção Nova