A “lista” de Otoniel Maia

Certamente que o recente falecimento  do  nosso   companheiro    Ot oniel Maia vai realçar uma série de episódios envolvendo “o moreninho dos olhos lilases”. Hoje, em homenagem à sua memória, decidi trazer à tona um deles. Todos os finais de tarde nós nos reuníamos no escritório do  deputado Vingt Rosado, aqui na sede do O Mossoroense. Certo dia estávamos lá eu, dr. Vingt, Otoniel e alguns outros cujos nomes não recordo. E foi numa dessas ocasiões que Otoniel chamou a atenção de Vingt Rosado mostrando um rosário de “homens” de Mossoró que estavam queimando a “roseta”. E dr. Vingt ouvindo  pacientemente  seus  relatos.              Lá para   tantas,  o  dr.  Vingt  reage:  “Ô  Otoniel, vou lhe fazer um pedido. Quando meu nome estiver nessa lista (dos que estavam “dando”), eu lhe peço que você me avise”. Gargalhada geral na sala.

VIADUTO
Francinaldo Rafael reagiu de maneira contundente: “De que adianta haver inaugurado o Viaduto 5 do Complexo Viário da Abolição e deixar a bomba armada para provocar acidentes? Ou coisa difícil é esse viaduto!!!!”.

CHIQUINHO
Algumas pérolas disparadas por Chiquinho Duarte ficaram como recordação da nossa história.Ele certa vez cunhou a frase: “Pense numa coisa desagradável: você fazendo amor e a caixa d’água do vizinho sangrando”.

JOSÉ NILSON SÁ
Registro com pesar o falecimento do empresário José Nilson Sá, em Natal, onde residia. Ele foi um dos maiores, senão o maior empreendedor do Rio Grande do Norte. Nossa solidariedade aos seus familiares.

PIONEIRO
O pioneiro na implantação de um serviço de transportes coletivos em Mossoró era o conhecido “Chagas dos Ônibus”. Isso se deu há mais de 40 anos (início dos anos 70). Vamos pesquisar para identificar esse pioneiro no transporte coletivo em Mossoró. Que apareça algum familiar dele.

ANDOR
Desmanchar ou destruir um andor como esse deste ano da procissão de Santa Luzia, elaborado pelo Flávio Tácito e sua equipe, corresponderia a um verdadeiro sacrilégio. Vamos preservá-lo per omnia saecula saeculorum. Aquilo é realmente uma obra de arte.

ORDENAÇÃO
Dom Mariano Manzana ordena mais um sacerdote para a diocese de Mossoró. Será sábado próximo,19 de dezembro. Quem vai ingressar no ministério sacerdotal é Deivid Franklin, às 19h, na matriz de Pau dos Ferros.

PARDAL
O odontólogo e médico Marcelo Duarte solta os cachorros pra cima dos pardais colocados no trânsito mossoroense: “Pardal com velocidade de 30 quilômetros por hora é má-fé, roubo ou burrice. Não existe outra opção”.

LUIZ CARLOS
Eu conheço e convivo com Luiz Carlos de Mendonça Martins há mais de 30 anos. E lhes digo que só pode ter havido algo muito cavernoso entre eles para que Luiz Carlos deixasse de lado a sua tradicional tranquilidade. Perdeu as estribeiras e saiu atirando a esmo.

BISPO
O mesmo eu digo de dom Mariano Manzana, sempre muito cordato com os que a ele se dirigem, mas a declaração inverídica do prefeito sobre o Santuário de Santa Luzia fez com o que o prelado diocesano reagisse na hora. Muito bem.

RASPOU O TACHO
Chegou ao fim a possibilidade de novas retiradas e acendeu o sinal de alerta para a quitação da folha de pagamento dos inativos deficitária em 90 milhões de reais/mês de dezembro e dos meses seguintes que poderão estar comprometidas. Não tem mais de onde tirar, como se diz popularmente, rasparam o tacho. Zerou a reserva do Fundo e o que resta lá está preso em investimentos”.

VICE-PREFEITO
Respondendo a perguntas dos entrevistadores e dos ouvintes/telespectadores, o vice-prefeito Luiz Carlos de Mendonça Martins disse que não enxergava outra saídapara a convivência com o prefeito: o remédio era sair. E ele saiu de forma respeitosa dizendo que leva o prefeito na maior das considerações.

DESGASTE
O vereador Jório Nogueira, presidente da Câmara Municipal de Mossoró e aliado do prefeito Francisco José da Silveira Júnior, está sugerindo a mudança de assessores no Executivo mossoroense como a principal medida para evitar mais desgastes na gestão do prefeito Silveira Júnior.

APOSENTADORIA
Tem aquela do líder sindical mossoroense que fez e refez os cálculos e chegou à conclusão de que vai se aposentar, pelas regras atuais, aos 95 anos de idade. Se estiver vivo, é claro.

ACADEMIA
Será hoje no Requinte Buffet, a partir das 19 horas, a assembleia da Acjus – Academia de Ciências Jurídicas e Sociais. Serão feitas duas homenagens: ao monsenhor Américo Simonetti pelo professor Marcos Araújo e Francisco Péricles de Amorim ao dr. Otto de Brito Guerra.