Prefeitura “corrige” salários no Portal da Transparência

Após alerta feito pelo vereador Genivan Vale (Pros) de que o salário do prefeito Francisco José Junior (PSD) não havia tido redução, segundo dados do Portal da Transparência, a equipe técnica da Prefeitura Municipal de Mossoró (PMM) “corrigiu” o valor do salário pago ao chefe do Executivo. Com isso, a informação atual que consta no Portal da Transparência é de que o valor pago ao prefeito no mês de novembro foi de R$ 21.195, 00, com a redução de 10%, prometida no Plano Municipal de Enfrentamento à Crise Econômica.

No entanto, no salário pago ao vice-prefeito Luiz Carlos Martins não houve alteração, segundo mostra o Portal da Transparência. Outra mudança que chama a atenção é que alguns salários de secretários foram reduzidos, enquanto salários de outros auxiliares do prefeito mantiveram-se inalterados.

Mais do que a dúvida sobre qual a informação contida no Portal da Transparência corresponde à realidade (se os dados contidos na sexta-feira ou os contidos ontem), o episódio mostra quão frágil é o sistema que deveria ser fonte para que a população pudesse fiscalizar os atos governamentais e o bom uso do recurso público. O caso revelou que os dados contidos no Portal da Transparência podem ser facilmente manipulados e alterados conforme a conveniência da gestão.

Para o vereador Genivan Vale, que foi quem percebeu o “erro” no Portal da Transparência, o episódio é bastante preocupante. “Não se sabe ao certo qual informação é verdadeira se houve corte ou não houve corte. Porém, o mais grave é que a Prefeitura mostrou que os dados do Portal da Transparência não são tão confiáveis, pois não é a primeira vez que ocorrem falhas no sistema e os dados do Portal precisam ser corrigidos”, alerta o edil.