sábado , 19 de agosto de 2017
Home / Opinião / Reminiscências / Wilson Bezerra de Moura – Maestro Irineu Wanderley

Wilson Bezerra de Moura – Maestro Irineu Wanderley

Wilson Bezerra de Moura – Maestro Irineu Wanderley

A banda de música hoje com o nome de Artur Paraguai, foi sucesso no passado das velhas retretas apresentadas na Praça Vigário Antônio Joaquim. Era cenário bonito e as músicas orquestradas de excelente bom gosto, dobrados, que de certo entusiasmavam a todos quando circundavam a Praça para observar as partituras tocadas.

Nas principais datas comemorativas da cidade, ali estava presente a banda de música que durante décadas foi constituída por importantes figuras, a exemplo do maestro Irineu Wanderley dos Santos, professor da velha e tradicional Escola Normal de Mossoró onde ensinou a disciplina Arte Musical.

O maestro Sinhozinho, como era conhecido Irineu Wanderley dos Santos, foi um abnegado organizador de orquestras em Mossoró e de cujo elenco tinha efetiva participação. Uma vida inteira dedicada à música.

Por fim exerceu parte de sua existência a secretariar a companhia Estrada de Ferro de Mossoró fundada em 1915. Quando essa empresa passou ao domínio da União isto na década de 60, o maestro Sinhozinho Wanderley estava se desligando das atividades ferroviárias.

Por sinal ainda o conheci quando cheguei à Estrada de Ferro em 1959. Pouco tempo depois ele saiu aposentado. Foi contemporâneo na Estrada de Ferro de Francisco Santiago de Freitas, funcionário de seu tempo e pai de Naldo, Neide, Naide, também ferroviários, Juarez dos Correios e Telégrafos, Naldimar, ex-funcionário do Banco do Estado do Rio Grande do Norte e Nelson, motorista particular, de todos me parece apenas dois vivos Naldimar e Nelson.

O maestro Irineu Wanderley, mossoroense de nascimento aos nove de outubro de 1882, faleceu aos noventa anos de idade, em 1972, deixando brilhante folha de serviços prestados à comunidade mossoroense, tanto na educação, na musica, como no futebol onde foi durante décadas atuante presidente do Humaitá Futebol Clube.

Estatura média, forte, agalegado, cabelos brancos paletó e gravata de laços, ainda hoje guardaram na memória a figura de seu Irineu Wanderley dos Santos, embora pouco tempo de convivência funcional na antiga e saudosa Estrada de Ferro de Mossoró.

[email protected]