sábado , 16 de dezembro de 2017
Home / Artigos / Uma página negra da história – Wilson Bezerra de Moura

Uma página negra da história – Wilson Bezerra de Moura

A história da humanidade nunca foi um território plano, tem seus altos e baixos, momento de expectativa, tolerância, esperança e desengano, nem sempre estamos satisfeito com o que aparece e acontece no cotidiano, claro, sempre existe algo que atormenta e deixa resquícios de insatisfação. Porem nos últimos tempos de nossa historia pelo menos no Brasil a coisa tem sido de total e inaceitável tormento.

Se não me foge a memória a vida politica tem sido o espaço mais afetado com os arrochos de incontroláveis assaltos, notadamente no que se relaciona com a  apropriação indébita da coisa púbica e os profissionais da área  politica são de fatos os únicos responsáveis pelo que acontece  de desordem.

A parte inaugural de tudo quanto temos conhecimento em matéria de fraude está consignado na história ter sido descoberto por um deputado federal de nome  Roberto Jeferson que num dado momento  delatou um sistema de propina que rolava nos Correios e outros setores, embora sendo um propineiro resolveu  escandaliza o sistema que vinha acontecendo nos bastidores da politica, resolve abrir a boca e revelar a falcatrua  que tomava de conta nos bastidores da politica, embora  pertencer ao dito sistema tornou-se  delator e pagou caro com isto, caiu na malha da justiça sofreu punição, apanhou dos colegas e ficou esquecido da politica até hoje mais de certo deixou um serviço à sociedade, a delação.

Foi um momento alucinante, o povo ficou pasmo diante do que viu e ouviu na propagação dos fatos, o deputado Roberto Jeferson   jamais sabia que estava dando   inicio  a uma campanha de pesquisa e busca de ladrões e  usurpadores dos recursos públicos.

Depois da denuncia feita por esse parlamentar a situação passou a ter novos rumos na politica, em pouco tempo surge  o Mensalão  que  deixou bem para traz o fissura dos correios, mais jamais se pensava que viria o monstro da Lava-jato, que veio para não só assombrar o povo mais deixa-lo pasmo de como tudo isso vinha acontecendo  as escondidas  populares até um dia ser revelado.

O povo jamais entendeu o quanto existe de ladrões dominando a politica nacional. Jamais imaginou que havia elegido para representa-lo no parlamento nacional elemento da pior qualidade, autênticos falsários e usurpadores do dinheiro público.

Com essa operação denominada de lava-jato ficou bem característico que uma facção organizada tomou conta das instituições ao ponto de desmoralizar o processo democrático e levar a desesperança de um futuro promissor o que tanto o povo desejava.

Com certeza o deputado Roberto Jeferson inaugurou nova fase da história no Brasil, desta feita desonrosa e negra que não deixa nada de promissor para um povo. Não sei por que me lembrei desse parlamentar, mais já que me veio à memoria, até que o momento é bem oportuno, vez que muito bem deve ser o mesmo  considerado o precursor de  uma nova fase negra da história.