sábado , 19 de agosto de 2017
Home / Opinião / Toque Esportivo / Toque Esportivo – O bom exemplo do verdadeiro futebol.

Toque Esportivo – O bom exemplo do verdadeiro futebol.

Depois de muita confusão entre cartolas, valores dos ingressos, intervenção da Justiça, Ministério Público e, um aparato policial que mais parecia se preparar para uma guerra, prevaleceu, dentro de campo, o bom exemplo do verdadeiro futebol. O preâmbulo é para destacar o excelente nível, em termos de emoção, que proporcionaram América e ABC na Arena das Dunas, no primeiro jogo que decide o campeão estadual de 2016. Fora de campo duas torcidas organizadas, uma de cada lado, promotoras de péssimos exemplos, foram proibidas pela Justiça de comparecer ao estádio. Entre os cartolas, a tentativa de praticar valores diferenciados nos ingressos, foi outra atitude negativa que precisou da invenção do Ministério Público, ou seja, pisaram na bola do lado de fora e chutaram pela linha de fundo. Mas, dentro de campo, com bola rolando, os dois times deram um show de seis gols. Jogo aberto, no ataque, sem violência, registro apenas de fatos isolados considerados normais em um esporte de contato, mas, no geral, aplausos e nota dez para os times, seus jogadores e comissões técnicas. Prevaleceu em campo o bom exemplo do verdadeiro futebol.

TORCEDOR MOTIVADO

A diretoria do Potiguar começou com gás total a sua missão de recompor o elenco, agora pensando na disputa do Campeonato Brasileiro da Série D. Treinador de renome nacional, jogadores bom boa bagagem em suas carreiras e, expectativas positivas para a competição no segundo semestre.

Isso posto, não me surpreende, a reação positiva da torcida do Potiguar nas ruas. O torcedor se mostra motivado com os anúncios. Realmente, no papel a coisa parece caminhar bem. Agora é esperar que a turma chegue e consiga uma preparação adequada para estrear bem e ganhar confiança para o restante dos seus jogos.

SUCESSO

Apesar de todo os esforços da CBF, que inclusive já chegou a suspender por um período a realização da Copa do Nordeste, a competição é sucesso absoluto. Bons jogos e, público de fazer inveja a Série A do Campeonato Brasileiro. Eis a competição a ser perseguida pelos clubes da região, pois ganha dinheiro e prestígio aqueles que conseguem avançar até as fases decisivas.

JOGÃO

Ainda de Copa do Nordeste, tivemos uma final entre Santa Cruz-PE e Campinense-PB daquelas de ser chamada de, jogão de bola. O título ficou com o time pernambucano, conquista valorizada por um adversário de excelente nível técnico.

SÓCIO

A diretoria do Potiguar resolveu reforçar a campanha para atrair novos sócios para o clube. Inclusive, iniciou a venda da carga de ingressos para seus jogos, com mando de campo, no Campeonato Brasileiro da Série D. Aos poucos o torcedor vai entendendo a importância de sua participação para reforçar os cofres do alvirrubro.

TOQUE

Muito boa a postura tática do time do Audax, finalista do Campeonato Paulista. É um time que joga sem a bola, ou seja, quando um domina a pelota, tem sempre duas ou três opções, por isso que flui bem o seu toque de bola da defesa ao ataque. Poucos chutões.

CONFIANTE

O torcedor do Vasco anda esbanjando confiança e, com toda razão. Em campo, com exceção do rebaixamento na Série A, seu time vem dando motivos suficientes para essa alegria toda. Dificilmente perde o título estadual no Rio de Janeiro e, ainda segue na disputa da Copa do Brasil.

O jogo final do estadual potiguar será sábado, no Frasqueirão.

PARA o treinador interino do América, Moura, faltou atenção nos últimos minutos.

CONSIDERO que o empate, 3 a 3, foi o mais justo para América e ABC.

TORÇAMOS para que a paz siga reinando na última partida do estadual.