domingo , 18 de agosto de 2019
Home / Opinião / Toque Esportivo / Toque Esportivo: Jogos Escolares.

Toque Esportivo: Jogos Escolares.

Uma missão para o novo governo municipal em Mossoró reflete diretamente no desporto escolar e, já é hora de fazer cobranças. A prefeita Rosalba Ciarlini assumiu mais uma vez o comando da prefeitura de Mossoró e já pode ser procurada por professores, alunos e até seus pais, para exigirem a volta dos Jogos Escolares. A competição foi suspensa no último ano do governo passado, sem a menor justificativa, dando um golpe no sonho dos jovens atletas que esperam a disputa anual dos jogos. É a oportunidade de mostrar habilidades, além do futebol, em modalidades como voleibol, basquete, futsal, handebol, atletismo entre outros. Esse erro, de não realizar os JEM`s, precisa ser corrigido e o momento, quando acontecem diálogos para a organização da casa, seria o ideal para levantar a questão e contar com a sensibilidade dos novos governantes.

ANO NOVO E VELHOS PROBLEMAS

Ano novo e, velhos problemas e antigas notícias sobre a situação deplorável do Estádio Nogueirão em Mossoró. A interdição para jogos oficiais continua e, o Campeonato Estadual 2017 já terá bola rolando a partir do dia 14 de janeiro. Alguns esforços estão sendo feitos, mas até o fechamento desta coluna na manhã da quinta-feira, 05 de janeiro de 2017, nenhum fato novo que viabilizasse a reabertura do estádio foi noticiado.

Sendo assim, como já definiu a Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF) os jogos com mando de campo de Potiguar e Baraúnas serão realizados na cidade do Assu no Estádio Edgarzão. Fica somente a dúvida em relação ao primeiro jogo do alvirrubro que será contra o ASSU, neste caso é preciso saber se a determinação inclui o fato do adversário ser o dono da casa. São questões que ainda rodeiam uma solução em pleno mês de abertura do campeonato.

ARBITRAGEM

Desde a segunda-feira, 03 de janeiro, a Comissão Estadual de Arbitragem de Futebol (Ceaf) abriu o período de inscrição para os interessados em participar do Curso de Formação de Árbitros, turma 2017. Mediante o pagamento de uma taxa valor de R$ 100,00 a inscrição pode ser feita até o dia 10 de fevereiro, e as aulas serão ministradas nas terças e quintas-feiras com previsão de durante de um ano. A missão não é das mais fáceis.

COBRANÇA

Ninguém no Rio Grande do Norte, claro, ligado ao futebol, não tem dúvida de que o time mais cobrado da temporada será o América-RN. E vai começar tudo no estadual. Por enquanto seus jogadores vão chegando e esbanjando confiança em bons resultados, mas é bom preparar o emocional para quando acontecer o resultado indesejável a turma resistir as cobranças. E isso vale para jogadores e dirigentes. Os cartolas, por exemplo, correm logo para mudar de treinador quando a torcida se queixa e, coleguinhas da mídia esportiva criticam.

SUSPENSÃO

Em reunião realizada na terça-feira, 03, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) que tem sua sede no Rio de Janeiro, resolveu afastar das competições nacionais sete equipes. O motivo é o não pagamento de multas aplicadas na temporada que passou e não foram pagas. São elas: Joinville de Santa Catarina, Comercial de Mato Grosso do Sul e Parnahyba do Piauí, cada um deve R$ 1.000,00. O Gama do Distrito Federal deve R$ 4.500,00 e o ASA de Alagoas, R$ 3.500,00. Fechando a lista dos punidos, com cada um devendo R$ 500,00, estão o Guaratinguetá de São Paulo e o Pinheirense do Pará. A informação é de outros nomes devem aumentar essa relação.

COMANDO

A Confederação Brasileira de Futebol e a Confederação Brasileira de Futebol de São estão medindo força. Tudo por conta da investida da CBF que quer o controle da seleção brasileira de futsal. No último mundial da categoria o Brasil foi eliminado pelo modesto, no esporte, Irã, e isso vem sendo usado pelos cartolas da CBF que, convenhamos, também não são bons exemplos de administração séria. A briga promete ser boa.

APOSENTADORIA

O piloto brasileiro Felipe Massa segue negociando o fim da sua recente aposentadoria. Como já noticiado, ele havia confirmado o fim da carreira na Fórmula 1, porém no final de dezembro recuou da posição e abriu negociação para permanecer no mundo da velocidade. A equipe já foi escolhida, só falta definir as bases financeiras e apoio na qualidade do carro.

NO Baraúnas alguns jogadores não honraram o acerto e foram embora.

POR isso é importante assinar e registrar o contrato com cláusula de multa em caso de rescisão.

NO período tem jogador acertando com um clube e negociando com outro.

COMPORTAMENTO não é ético. Melhor jogar aberto e dizer que tem mais de uma proposta em estudo.