segunda-feira , 22 de julho de 2019
Home / Destaques / Tiroteio deixa dois mortos e dois feridos em Luis Gomes
assassinato em Luis Gomes

Tiroteio deixa dois mortos e dois feridos em Luis Gomes

Festa de emancipação política de Luis Gomes. A festa transcorria normalmente quando os participntes foram surpreendidos por um tiroteio que resultou em duas pessoas mortas e outras duas feridas. O fato aconteceu na noite desta sexta-feira (6), por volta das 23h40, perto da Praça da Igreja Matriz da cidade. Uma multidão acompanhava os shows musicais. Houve pânico e correria. O atirador foi preso após ser também ser baleado pela Polícia Militar.

Por causa do crime, os três shows que estavam marcados para acontecer durante a noite em Luis Gomes, na 14ª edição da Feira de Negócios, Atividades Culturais e Turismo (Fenacut), promovida pela prefeitura municipal foram suspensos. A principal atração da noite, que nem chegou a se apresentar era o cantor Léo Magalhães. O evento foi transmitido pela prefeitura ao vivo e, no vídeo, é possível ver a correria do público.
A polícia militar suspeita que o criminoso já tenha ido para a festa com a intenção de matar pelo menos uma das pessoas. O alvo seria um homem, que estava sentado na calçada de casa, que fica próxima ao palco principal da festa, e que, de fato, acabou sendo uma das vítimas.

As vítimas foram identificadas como Franciélio Luis de Souza, 34 anos e Rodolfo Jaime Pinheiro Ferreira, de 31 anos. A polícia não detalhou qual deles seria o alvo principal.
O  suspeito pelos crimes ainda tentou fugir, mas foi detido por uma equipe da Polícia Militar que fazia uma ronda numa área mais afastada da festa. O homem ameaçou atirar nos policiais, mas foi atingido no braço e acabou preso. O homem tem 36 anos e cumpria pena no regime semiaberto na cidade de Sousa, na Paraíba.

A arma utilizada pelo suspeito do crime – um revólver calibre 38 – tinha seis munições deflagradas. O atirador vestia duas camisetas – uma por cima da outra – e uma bermuda por baixo da calça. “Isso indica que ele premeditou o crime. Que ele ia trocar a roupa para se infiltrar no meio da multidão”, considerou o subtenente Gentil Melo.

Os mortos foram identificados como, Jaime Neto de Maurina e Franciélio Filho de Antônio.
Após o tiroteio e os momentos de pânico, os shows foram todos cancelados.