sexta-feira , 24 de novembro de 2017
Home / Cotidiano / Sesc apresenta peças gratuitas em Mossoró e Natal este mês
Peça Sancho Pança, o fiel escudeiro, do grupo potiguar Tropa Trupe, será apresentada dia 25 em Natal (Foto: Luana Tayse).
Peça Sancho Pança, o fiel escudeiro, do grupo potiguar Tropa Trupe, será apresentada dia 25 em Natal (Foto: Luana Tayse).

Sesc apresenta peças gratuitas em Mossoró e Natal este mês

O consagrado projeto Palco Giratório, em sua 20ª edição, volta à cena este ano no Rio Grande do Norte com dois espetáculos em agosto. O espetáculo “Os Mequetrefe”, do grupo Parlapatões (SP), será apresentado dias 23 e 24 em Natal e dia 27 em Mossoró. Já a peça Sancho Pança, o fiel escudeiro, do grupo potiguar Tropa Trupe, será apresentada dia 25 em Natal.

No dia 23 de agosto, o grupo Parlapatões apresenta a peça Os Mequetrefe às 19h na Casa da Ribeira, na Rua Frei Miguelinho, nº52, Ribeira, em Natal. O espetáculo volta a ser encenado no mesmo local dia 24, às 14h. A capital potiguar poderá disfrutar ainda da peça “Sancho Pança, o fiel escudeiro”, no dia 25, às 20h no Galpão Tropa Trupe, localizado na Avenida Campos Sales, nº930, Tirol.

Mossoró recebe o espetáculo Os Mequetrefe dia 27 deste mês, às 17h, no Teatro Dix-huit Rosado. O grupo ministrará ainda aula-espetáculo na cidade, no dia 28, das 18 às 22h, na sala de ensaio do Teatro. A oficina é voltada para o público a partir dos 16 anos. Estão sendo oferecidas 100 vagas. As inscrições podem ser feitas através do telefone do Sesc Mossoró: (84) 3316-3665 ou 99133-7867.

As classificações de ambas as comédias são livres e as entradas gratuitas. A iniciativa cultural é do Sistema Fecomércio, por meio do Serviço Social do Comércio do Rio Grande do Norte (Sesc RN). Os ingressos podem ser retirados na bilheteria uma hora antes do espetáculo.

Mostra-Sesc-de-Arte-e-Cultura-Palco-Giratório-face

Enredo das peças

Em Os Mequetrefe, quatro palhaços que, não por acaso, se chamam Dias, vivem a jornada de um longo e divertido dia. Do despertar à hora de ir dormir, revelam como a desconstrução da lógica cotidiana pode abrir espaço para outras maneiras de encarar a vida. Vivendo situações bem comuns, esses cidadãos nada comuns provocam uma série de confusões tão hilárias quanto poéticas, sempre com um humor provocativo.

Na peça Sancho Pança, o fiel escudeiro, o palhaço Piruá está internado em um manicômio por jurar ser o fiel escudeiro de Dom Quixote de la Mancha, aqueles personagens nascidos há mais de 400 anos da imaginação de Miguel de Cervantes. O espetáculo é uma co-produção da Tropa Trupe (BR) e Sin Pulgares (ARG).

Sobre o Palco Giratório

Pelo terceiro ano consecutivo, o Palco Giratório circulará por todo o Brasil com obras genuinamente papa-jerimuns. Em 2017, os selecionados foram Abrazo, do Grupo Clowns de Shakespeare, e Cinzas ao Solo, espetáculo de dança de Alexandre Américo. Juntas, as peças circularão por 50 cidades brasileiras.

Até novembro deste ano, o 20º Palco Giratório apresentará ainda no RN os espetáculos Cinzas ao Solo (RN), Na Esquina (MG), O quadro de todos juntos (MG) e Abrazo (RN), além de promover oficinas e pensamentos giratórios, promovendo o intercâmbio de conhecimentos entre os artistas locais e nacionais. Ao todo, 12 apresentações serão realizadas este ano em Natal, Mossoró e Caicó.

De março até dezembro deste ano, o projeto, em edição especial de 20 anos, visitará 144 cidades em 26 estados e no Distrito Federal, com espetáculos teatrais e intercâmbios artísticos. Este ano, o Palco Giratório contará com a participação de 20 companhias, que somarão 685 apresentações artísticas e 1.188 horas de oficinas teatrais.

Ao longo de 19 edições, levou uma grande variedade de gêneros e linguagens artísticas para um público diversificado em 9.526 apresentações em todo o país, entre grupos de teatro de rua, circo, dança entre outras linguagens artísticas — em instalações do Sesc, praças e outros espaços urbanos.

Para mais informações, acesse o site do projeto.