sábado , 24 de agosto de 2019
Home / Destaques / Servidores públicos estaduais vão paralisar as atividades na próxima terça-feira
greve policia

Servidores públicos estaduais vão paralisar as atividades na próxima terça-feira

Os servidores públicos estaduais vão paralisar as atividades na próxima terça-feira, 13 de agosto. A data será registrada como o Dia de Paralisação do Funcionalismo Estadual em protesto pelo não atendimento das demandas dos servidores por parte do governo do RN.

O Dia Estadual de Paralisação vem sendo planejado desde o 2 de julho, quando representantes do Fórum dos Servidores discutiram o resultado da última audiência ocorrida entre o Fórum e a Governadora Fátima Bezerra, em 27 de junho. Nessa data, o Executivo descartou conceder reposição salarial para o conjunto dos servidores e não se pronunciou sobre o pagamento das três folhas que ainda seguem em atraso, relativas a novembro, dezembro e 13º salário de 2018.

Os servidores exigem ainda do governo o tratamento igualitário para todas as categorias; a reposição salarial para o conjunto do funcionalismo; a revogação do decreto nº 29007, que institui o Sistema Financeiro de Conta Única e retira a autonomia financeira das autarquias; a realização de concursos públicos; e a apresentação do calendário de pagamento referente ao ano de 2019.

No Dia de Paralisação (13/08), os servidores estarão concentrados no centro administrativo, no período da manhã. Pela tarde,será cumprida a seguinte programação:

08h: Concentração dos servidores no Centro Administrativo, ocasião em que será servido café da manhã.

09h: Realização de ato político de entidades e atividades culturais;

12h: Almoço; e

15h: Integração dos Servidores ao Ato Nacional contra a reforma da Previdência, com concentração no entorno do Midway Mall, na avenida Senador Salgado Filho.

Servidores que trabalham em outros municípios serão deslocados para a capital, com o propósito de trazer até Natal representantes da categoria que trabalham em Mossoró, Assú, Pau dos Ferros, Caicó, Currais Novos, Nova Cruz e Macau,. Haverá organização de transportes para deslocamento desses servidores pelas entidades participantes do Fórum, de forma conjunta.