segunda-feira , 18 de junho de 2018
Home / Destaques / Romeu Leite Rebouças: Uma história de Mossoró – Wilson Bezerra de Moura

Romeu Leite Rebouças: Uma história de Mossoró – Wilson Bezerra de Moura

Sem querer querendo, como diz o adágio popular, folheando as páginas da história mossoroense, nos deparamos com o nome de uma figura bastante enraizada na histórica Mossoró.

Romeu Leite Rebouças, de família tradicional da cidade, seu nome teve participação não só no seu próprio povo, os Rebouças, mas na cultura da terra.

Foi com Romeu Leite Rebouças que o professor Jerônimo Vintg-un Rosado Maia, décadas passadas, auxiliado com o professor Assis Silva, contou para fundar o acervo cultural em Mossoró, primeiro com a organização do Boletim Bibliográfico, que se expandiu no tempo, chegando a ser a Coleção Mossoroense, de relevantes serviços à cultura literária, publicações editoriais com pouco mais de 50 mil volumes, no decorrer de 70 anos de existência.

Romeu Rebouças aceitou o desafio de Vingt-un Rosado em mimeografar peça por peça do Boletim Bibliográfico, sendo este as primeiras peças de publicações literárias surgida na cidade, afora a Arcádia Literária da década de 30, que teve influência na movimentação cultural ao ponto de despertar o interesse literário na comunidade.

A colaboração, em muitos casos na vida do sujeito, serve como estímulo e por isso o professor Vingt-un em tantas ocasiões agradeceu a colaboração que prestou Romeu Rebouças ao seu desejado propósito de trabalhar juntos nessa tarefa, e Mossoró não deixa de ser justa ao prestar homenagem ao mossoroense Romeu Rebouças com uma Rua em seu nome no Conjunto Santa Delmira.

Por dever de justiça, a cidade do Sol tem razão de sobra para eternizar e memorizar a presença de Romeu Rebouças como um eminente profissional da Justiça que durante anos foi titular Tabelião e Escrivão do Quinto Cartório da Comarca de Mossoró, claro com relevantes serviços prestados ao Judiciário. Pai de quatro filhos com sua esposa Alice Rebouças, todos nascidos e criados na cidade, alguns já falecidos, deram também sua contribuição à terra que lhe serviu de berço.

Romeu Leite Rebouças, descendente de família tradicional da terra, filho de Raimundo Paulino Rebouças e Irinéia Leite Rebouças, nasceu em 09 de julho de 1917, faleceu depois de um trajeto de relevantes serviços à comunidade, em 21 de julho de 1984, com a consciência tranquila do dever cumprido como pai de família e cidadão cumpridor de suas obrigações, com trajeto livre em toda comunidade, entrelaçando-se com os amigos da Justiça Joca Bruno, Reginaldo Paiva, Sebastião Vasconcelos, Filastro Lopes Correia Pinto, Leônidas Pereira de Paula, Hemetério Raboso, Santídio Gurgel, colegas tabeliães com vivência no foro mossoroense.