quarta-feira , 20 de setembro de 2017
Home / Destaques / RN encerra 2015 com perda de quase 15 mil postos de trabalho
Setor da construção civil foi o que apresentou piores saldos de empregos no RN em 2015. (Foto: Agência Brasil)
Setor da construção civil foi o que apresentou piores saldos de empregos no RN em 2015. (Foto: Agência Brasil)

RN encerra 2015 com perda de quase 15 mil postos de trabalho

Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) mostraram que o Rio Grande do Norte apresentou, no período de janeiro a dezembro do ano 2015, um total de 160.881 admissões contra 175.836 demissões, o que resulta em um saldo negativos de 14.955 postos de trabalho fechados.

Diante deste salto de quase 15 mil empregos perdidos, ano de 2015 apresentou queda de 222,87% nos níveis de emprego em comparação com o ano de 2014, quando o Caged registrou saldo positivo de 6.710 postos de trabalho em todo o Estado.

As atividades com pior relação admissões X demissões foram as ligadas ao ramo da construção civil, com saldo negativo de 2.823 perdas de trabalho na função de servente de pedreiro e de -2.057 empregos de pedreiros.  A terceira profissão com mais baixas foi a de vendedor do comércio varejista, que encerrou o ano com -1.183 empregos ocupados.

Em todo o Brasil, o saldo do ano de 2015 foi de mais de 1,5 milhão de empregos fechados. O resultado foi o pior apresentado pelo país desde o ano de 1992 e apresentou queda de 3,74% nos níveis de postos de trabalho ocupados em relação com o ano de 2014.