Notice: Undefined property: WP_Error::$ID in /home/omossoroensecom/public_html/wp-includes/class-wp-user.php on line 170

Notice: Tema sem header.php está obsoleto desde a versão 3.0.0 sem nenhuma alternativa disponível. Inclua um modelo header.php em seu tema. in /home/omossoroensecom/public_html/wp-includes/functions.php on line 3942
Reflexões Teològicas – Ricardo Alfredo – Jornal O Mossoroense Reflexões Teològicas – Ricardo Alfredo – Jornal O Mossoroense

Home / Opinião / Reflexões Teològicas – Ricardo Alfredo
foto 11 (1)

Reflexões Teològicas – Ricardo Alfredo

MEMORY I

“Na vida tenho tido muitos dissabores. ” (Escritor: Ricardo Alfredo)

PENSAMENTO

“Não sei como será o futuro. Sei, que é provável, que as lutas viram. Mais quem cuida de pardais, certamente, cuidara de mim”. (Teólogo: Ricardo Alfredo)

AGRADECIMENTO

 

foto 01 (1)

 

Quero de coração agradecer a rádio que me convidou para voltar aos microfones. Assim como a TV, na pessoa do amigo dr. Wellington Barreto. Neste segundo, ainda há planos de retorno.

Depois de algum tempo longe dos programas de rádios, maioria de formato Evangélico e principalmente de ensino. Tenho a grata surpresa, de forma generosa, em ser convidado para conversar diariamente sobre educação, politica, direito e religião. Diante da correria do dia a dia, só quero agradecer. Muito obrigado, por lembrar do meu nome para tão gloriosa função.

A GRAÇA DE DEUS EM CRISTO JESUS

Este é um dos temas mais estudado no mundo cristão, e mais cheio de dúvidas em relação a vida cristã no mundo atual. Visto que, cada igreja busca um modelo de interpretação para a graça de Deus em Cristo Jesus, e está temática, tem levando muitos a ficarem confusos em relação a graça de Deus, o porquê desta graça e como alcançá-la.

A teologia, a qual deveria ser pura, ou seja, baseada apenas na palavra de Deus e na interpretação dada pelo Santo Espirito de Deus, vem ao longo dos tempos sendo substituída por dogmas e teorias que não tem fundamentos Bíblicos. O que vem conduzindo grande parte dos cristãos a uma confusão doutrinaria e de dubiedade religiosa.

Tenho ouvido, lido, assistido a muitos que falam da graça de Deus, e o mais interessante, é que eles colocam na graça de Deus uma carga tão pesada que os mesmos nunca levaram, nem levaram. E assim, impõem ao povo suas cargas antibiblica que distorcem, e ao mesmo tempo, desviam o leigo da verdadeira graça de Deus que está no Cristo Ressurreto. Tendo como consequência, uma diversidade de religiões sem nenhum parâmetro Bíblico.

Em pesquisas sobre a graça em diversos dicionários, encontramos o seguinte conceito: “Graça é favor imerecido, ou impagável da parte de Deus”. No mundo teológico, a graça é vista como o que conduz o homem a Cristo através do Espirito Santo. Sendo ela, um fator fundamental para salvação eterna. A graça não pode se substituída por outros sacríficos, pois ela é infalível e cheia do amor de Deus.

A graça de Deus, é suficiente, reparadora, conciliadora e é ela que arranca o homem das garras do pecado. E assim, é mister, que conheçamos como a graça se manifesta no meio dos homens.

Apresentamos os três fatores da graça, de acordo com a Bíblia Sagrada, e deles podemos extrair o melhor da comunhão com Deus.

Primeiro fator: O Favor Imerecido aos homens

Em primeiro plano está o conselho e a orientação do maior teólogo da história humana, o apóstolo Paulo, que doutrina assim: “Vocês, que procuram ser justificados pela lei, separaram-se de Cristo; caíram da graça”. (Gálatas 5:4)

Em outras palavras, o que o apóstolo Paulo disse foi: a ideia da graça de Deus é dada diretamente dos céus, e ninguém precisa fazer nada para alcança-la, nem nenhum sacrifico, somente crê e aceitar a Cristo como único e suficiente salvador.

Em estudos teológicos, a palavra graça, vem do latim gratia que significa: favor, mercê, estima, benevolência. Portanto, a graça é a manifestação da misericórdia de um Deus supremo ao pobre homem pecador e desviado da conduta moral eterna. E ela, a graça, que foi revelada em sua totalidade no Cristo produzindo os efeitos da salvação a partir da vida material humana, ou seja, é aqui na terra que decidimos onde queremos passar nossa eternidade.

Sobre a manifestação da graça, o apóstolo Paulo acrescenta: “fomos salvos por efeito da manifestação da graça de Deus em Cristo Jesus, e que nós não temos participação nisto. Ou seja, não há obra, ato ou qualquer gesto da nossa parte que nos faça merecer a salvação, ela é uma dádiva”. (Efésios 2:8,9).

Todos estávamos destituídos da glória de Deus e não havia nada que pudesse ser feito. Não éramos merecedores da sua graça. Mais em seu tempo, Deus enviou a Cristo, manifestação da misericórdia e da graça de Deus, para um mundo coberto pelo caos e pela falta de compaixão.

E a graça se manifestou aos homens trazendo arrependimento, reconhecimento e ressureição. Arrependimento dos pecados e da falta de compaixão. Reconhecimento da necessidade de estar ligado ao Cristo, videira verdadeira. Ressureição para a vida eterna que somente através do Cristo, é que homem pode chegar a Deus.

Todavia, ainda existem homens que anunciam a salvação por mérito, por sacríficos, por penitencias e por promessas. E assim pensam que pode alcançar os céus e a vida eterna por merecimento. Entretanto, é visível que os tais ainda não compreenderam o sacrifício vicário do Cristo, que é a graça viva de Deus.

A graça de Deus não pode ser conquista por ações humanas de bondade e de amor, ela somente é dada como favor e benevolência do grande amor de Deus a humanidade. Nenhum mérito, é capaz de substituir a graça de Deus. Sendo assim, o apóstolo João afirma: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. ” (João 3.16)

Apenas o sacrifico de Cristo é suficiente, pois em si só, é a graça de Deus aos homens desejem recebe-lo. Sendo este o único meio pelo qual o homem pode ser salvo.

Segundo fator: somente pela Graça…

O apóstolo Paulo, doutor na lei mosaica, observado de forma macro concluiu: “Mas, onde abundou o pecado, superabundou à graça, A fim de que, como o pecado reinou pela morte, assim também reinasse a graça pela justiça para a vida eterna, mediante Jesus Cristo nosso Senhor” (Rm. 5:20b-21)

Em nossos dias, vivemos sobre o julgo da lei do legalismo, que a todos condenam por não cumprirem o ditame de certos pastores, padres e bispos, dominadores da fé e ditadores da salvação ao seu modo.

Enquanto a doutrina ensinada pelo Cristo revela, e destrói a ideia dos dogmáticos e donos do reino de Deus. Ele, os legalistas, de forma simulada introduz dentro da casa de Deus suas teorias dominantes e escravizadoras como alerta o apóstolo Paulo ao afirmar: “Portanto, não permitam que ninguém os julgue pelo que vocês comem ou bebem, ou com relação a alguma festividade religiosa ou à celebração das luas novas ou dos dias de sábado. Essas coisas são sombras do que haveria de vir; a realidade, porém, encontra-se em Cristo. Já que vocês morreram com Cristo para os princípios elementares deste mundo, por que, como se ainda pertencessem a ele, vocês se submetem a regras: “Não manuseie!”, “Não prove!”, “Não toque!”? Todas essas coisas estão destinadas a perecer pelo uso, pois se baseiam em mandamentos e ensinos humanos. Essas regras têm, de fato, aparência de sabedoria, com sua pretensa religiosidade, falsa humildade e severidade com o corpo, mas não têm valor algum para refrear os impulsos da carne. (Colossenses 2:16,17, 20-23).

Entretanto, toda a palavra de Deus jamais endossou o legalismo religioso. Ao escrever aos Romanos o apóstolo Paulo explica: E, se é pela graça, já não é mais pelas obras; se fosse, a graça já não seria graça. (Romanos 11:6). De forma geral, o apóstolo que ensina que os pretensos donos da fé sempre querem dominar lança as seguintes cargas: “A mulher só pode vestir isso, aquilo não”, “esse é o dia de servir a Deus, o outro não serve”, “o homem tem que fazer isso, aquilo não”, coisas do tipo “pode não pode”. Todas são doutrinas anti-bíblicas e que somente traz confusão no seio da igreja.

Para esses, o apóstolo Paulo dar uma lição profunda de teologia e sabedoria ao dizer: “ninguém os impeçam”, “ninguém os dominem” e “não permitam! ”. Somos livres em Cristo Jesus, não mais escravos da lei, mais cobertos pela graça.

Certamente, não se usa a liberdade em Cristo para praticar coisa que faz contra a palavra de Deus, ou ser libertino, pelo contrário, o Espirito de deus que habita em cada homem, lhe mostra, dia a dia, qual a melhor atitude a ser tomada diante de problemas e pecados. Portanto devemos viver no espírito, como o próprio jesus convidou.

Terceiro fator: a manifestação do amor através da Graça de Deus

João o apóstolo amado, em sua convivência marcante com Cristo, escreve a sua compreensão sobre a graça ao afirmar: “todos recebemos da sua plenitude, graça sobre graça” (João 1:16).

Numa linguagem mais simples e interpretativa, o apóstolo João, afirma que ao estar próximo de Cristo as necessidades que paira na humanidade de provar,

ser e ter são saciadas pela graça e segurança que há na presença do Cristo, e ela é suficiente.

A segurança da graça de Deus em Cristo, não está preocupada se o homem é douto, ignorante, pobre ou rico. Somente um coração quebrantado e um espirito arrependido atrai a graça de Deus como afirmar o salmista: “Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado; a um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus”. (Salmos 51:17)

A preocupação humana em ter, nesta geração é tão doentia, que esquecem da alam e de suas necessidades diárias. Porém, o senhor ensina que Ele é tudo e tudo é dele, até a plenitude dos tempos.

O convite é simples, viva com Ele, e para Ele, e sua vida será de graça sobre graça. Não é um convite para as riquezas mundanas e nem para a glória mundana, pois as glórias e as riquezas mundanas passam como o vento. E somente restar o conselho do apóstolo João: “Porque todos nós temos recebido da sua plenitude e graça sobre graça”. (João 1.16)

Portanto a graça de Deus em Cristo foi manifesta a toda humanidade e somente para um grupo de super-humanos ou dotados de sabedoria divina. Pelo contrário, a graça penetrou os rincões, as ruas, os bairros da periferia, em cada canto, ao alcance de todos, bastam dar ouvidos a voz do espírito que ecoa nos ventos, nos mares e na natureza anunciado o grande amor de Deus a humanidade e sua graça salvadora. “Porque a graça salvadora de Deus se há manifestado a todos os homens”, (Tito 2:11). E assim desfrute-a. (Teólogo: Ricardo Alfredo)

 

EMADECAMP – FESTA EM PATU

 

foto 02

 

PENSAMENTO I

“Minha geração é estranha, busca o efêmero. E eu sei que jamais serei compreendido. Eles acreditam em tudo, mais o Cristo para eles, é apenas uma lenda”. (Teólogo: Ricardo Alfredo)

 

VEM AÍ…

 

foto 03

 

MEMORY II

“Cristo é a água viva, num mundo turbulento e coberto de lama. ” (Teólogo: Ricardo Alfredo)

A SALVAÇÃO É SOMETE PELA GRAÇA

Sempre os pensadores da fé são homens inquietos, buscando uma resposta. Foi assim com santo Agostinho, são Francisco, Martim Lutero e outros servos e sábios, os quais Deus os chamou para uma missão na terra. Missão de anunciar a verdade bíblica, retirando do meio do povo, todos dogmas humanos e teorias contraditórias.

Uma das coisas que sempre inquieta o homem, é a condição para a salvação, e diante de tantas teorias e dogmas arbitrados por quem se acha no direito de dizer quem pode, e quem deve ser salvo, o coração humano tornou-se angustiado e desorientado no caminho desta busca.

Quando analisamos apenas as Sagradas Letras, a Bíblia, compreendemos que, a palavra viva foi encanada no Cristo, e logo se tornou carne e vivente entre os homens. Diante deste fato, o apóstolo João faz uma ressalva ao afirmar: “Vimos a sua glória, glória como do Unigênito vindo do Pai, cheio de graça e de verdade”. (João 1:14) e o apóstolo Paulo completa: “Sendo justificados gratuitamente por sua graça, por meio da redenção que há em Cristo Jesus”. (Romanos 3:24)

Diante de tais conselhos e orientações, é fácil compreender que a graça foi manifesta aos homens através de Cristo Jesus, único salvador.

E assim, a Bíblia está repleta do motivo da salvação que é a graça de Deus em Cristo Jesus. Vejamos as passagens Bíblicas e suas afirmações:

Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus; não por obras, para que ninguém se glorie. (Efésios 2:8-9)

Portanto, você, meu filho, fortifique-se na graça que há em Cristo Jesus. (2 Timóteo 2:1)

Porque a graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens. (Tito 2:11)

Mas ele me disse: “Minha graça é suficiente a você, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza”. Portanto, eu me gloriarei ainda mais alegremente em minhas fraquezas, para que o poder de Cristo repouse em mim. (2 Coríntios 12:9)

De modo nenhum! Cremos que somos salvos pela graça de nosso Senhor Jesus, assim como eles também”. (Atos dos Apóstolos 15:11)

Assim, aproximemo-nos do trono da graça com toda a confiança, a fim de recebermos misericórdia e encontrarmos graça que nos ajude no momento da necessidade. (Hebreus 4:16)

Pois o pecado não os dominará, porque vocês não estão debaixo da Lei, mas debaixo da graça. E então? Vamos pecar porque não estamos debaixo da Lei, mas debaixo da graça? De maneira nenhuma! Não sabem que, quando vocês se oferecem a alguém para lhe obedecer como escravos, tornam-se escravos daquele a quem obedecem: escravos do pecado que leva à morte, ou da obediência que leva à justiça? Mas, graças a Deus, porque, embora vocês tenham sido escravos do pecado, passaram a obedecer de coração à forma de ensino que lhes foi transmitida. Vocês foram libertados do pecado e tornaram-se escravos da justiça. (Romanos 6:14-18)

E, se é pela graça, já não é mais pelas obras; se fosse, a graça já não seria graça. (Romanos 11:6).

Portanto meus amados e queridos amigos/leitores essa é a verdade absoluta. A graça de Deus em Cristo Jesus, foi quem nos trouxe até aqui e vai nos levar de volta para casa. (Teólogo: Ricardo Alfredo)

MEMORY III

“A fé não precisa de prova, apenas acreditar. ” (Teólogo: Ricardo Alfredo)

 

A HISTÓRIA VIVA – PADRE SÁTIRO

 

foto 04

 

Em sua juventude (a esquerda na foto) ao lado de autoridades, já conversava sobre os rumos da educação. Este mês é de festa e agradecimento a Deus pela vida do irmão e amigo padre sátiro. Como sempre a sua dedicação e o seu amor a educação e a sua fé é exemplo para todos.

Ele vem ao logo dos anos nos deixando um legado de amor ao próximo, sabedoria, equilíbrio nas decisões, assim como a aplicação da verdadeira fé no Cristo ressurreto. Ao irmão, parabéns.

 

COMUNICADO AMOL – Academia Mossoroense de Letras

 

foto 05 (1)

 

DAS MAIS LINDAS CANÇÕES POPULAR BRASILEIRA

Tentativa (Roberto Carlos)

Na tentativa de esquecer você Já fiz de tudo que podia E não achando uma solução Me vi perdendo as rédeas do meu coração E me encontrei te amando simplesmente Com aquele mesmo amor de antigamente Do qual não consegui me afastar Te amei ainda mais querendo não te amar Andei por uma estrada muito longa e pensei Que um outro alguém podia aparecer E de repente nesse meu caminho Um novo amor pudesse acontecer Mas não, o meu amor é muito grande agora eu sei E não me deixa mesmo te esquecer Não sei o que fazer da minha vida Se pra viver preciso de você

E cada vez que eu te encontro Você parece mais bonita Modificando os meus planos De não querer você na minha vida Na tentativa de esquecer você Já fiz de tudo que podia

MEMORY IV – reconhecimento merecido

 

foto 06

 

 

PENSAMENTO II

“Suba o primeiro degrau com fé. Não é necessário que você veja toda a escada. Apenas dê o primeiro passo”. (Martin Luther King)

 

CONVITE – BALNEÁRIO NO CONHECIMENTO

 

foto 07

 

ANIVERSARIANTE DA ACJUS

 

foto 08

 

São dias cheios de felicidade. São pessoas cheias de virtudes: como amor, paciência, benevolência. E com certeza o grande Deus, que é juiz dos mundos, e que a tudo vê e escreve em seu livro da vida, lhes dará a graça de muitos anos de vidas. Parabéns.

LIÇÕES DA VIDA I

O QUADRO

Um homem havia pintado um lindo quadro. No dia de apresentá-lo ao público, convidou todo mundo para vê-lo. Compareceram as autoridades do local, fotógrafos, jornalistas, e muita gente, pois o pintor era muito famoso e um grande artista. Chegado o momento, tirou-se o pano que velava o quadro. Houve calo- roso aplauso.

Era uma impressionante figura de Jesus, batendo suavemente à porta de uma casa. A imagem de Cristo parecia real: com o ouvido junto à porta, Ele mostrava querer ouvir se lá dentro alguém respondia.

Houveram discursos e elogios. Todos admiravam aquela obra de arte. Um observador curioso, porém, achou uma falha no quadro, a porta não tinha fechadura. Foi perguntar ao artista:

– Sua porta não tem fechadura! Como é que ela será aberta?

– É assim mesmo – respondeu o pintor. – Esta é a porta do coração humano. Só se abre do lado de dentro.

LIÇÕES DA VIDA II

Os Mistérios de Deus

Santo Agostinho é o pensador que, através da sua vasta produção literária, marcou mais profundamente a especulação cristã. Sua profunda cultura humanista tornou-se sensível aos grandes temas que preocupavam e preocupam o ser humano: o bem e o mal, a liberdade, o destino humano, a história e sobretudo o dilema entre fé e razão. Estudava desesperadamente matemática, filosofia, mecânica (a física na época era rudimentar), teologia, com o propósito de explicar a existência de Deus através da razão humana. Observava a natureza e acreditava que o homem através de sua inteligência iria finalmente explicar o porquê de Deus e colocar os parâmetros da fé em bases científicas. Santo Agostinho não descansava, passava horas a estudar e a meditar, tentando entender o que significava onipresença, onisciência, infinito, Santíssima Trindade, consubstanciação, espírito e corpo, diversidade espiritual, atemporalidade…os Mistérios de Deus. Várias vezes foi visto vagando sozinho na noite, angustiado, tentando descobrir a resposta científica para a fé. Foi quando…

Certo dia, Santo Agostinho, após longo período de trabalho e muito compenetrado na sua angústia, adormeceu no claustro. Teve um sonho revelador: caminhava sobre uma praia deserta, a contemplar o mar e o céu. De repente, avistou um menino que com um balde de madeira ia até a água do mar, enchia o balde e voltava, onde despejava a água num pequenino buraco na areia. Santo Agostinho, perplexo e curioso perguntou ao menino: – O que você está fazendo? O menino calmamente olhou para Santo Agostinho e respondeu: -Vou colocar toda água do mar nesse buraco! Santo Agostinho sorriu e retrucou: – Isso é impossível garoto. Observe quanta água existe no oceano e você quer colocá-la toda nesse diminuto buraco! Mais uma vez o menino olhou para Santo Agostinho e de forma ríspida e corajosa disse: – Em verdade vos digo. É mais fácil colocar toda água do oceano nesse pequeno buraco do que a inteligência humana compreender os mistérios de Deus!! E num átimo Santo Agostinho acordou assustado e desorientado. Tivera uma mensagem divina que acalmaria sua alma conturbada.

 

A.D. DO RIO GRANDE DO NORTE DA POSSE

 

foto 09

 

PENSAMENTO III

“Deus, para a felicidade do homem, inventou a fé e o amor. O Diabo, invejoso, fez o homem confundir fé com religião e amor com casamento”. (Escritor: Machado de Assis)

DAS MAIS LINDAS CANÇÕES CRISTÃS

Solta O Cabo da Nau – (Harpa Cristã)

Oh! Por que duvidar, sobre as ondas do mar, Quando Cristo caminho abriu? – Quando forçado és, contra as ondas lutar, seu amor a ti quer revelar.

Solta o cabo da nau Toma os remos na mão, E navega com fé em Jesus; E então, tu verás que bonança se faz Pois com Ele, seguro serás.

Trevas vêm te assustar, Tempestades no mar? – Da montanha o Mestre te vê; E na tribulação Ele vem socorrer, sua mão bem te pode suster.

Solta o cabo da nau Toma os remos na mão, E navega com fé em Jesus; E então, tu verás que bonança se faz Pois com Ele, seguro serás.

Podes tu recordar, Maravilhas, sem par? – No deserto ao povo fartou; E o mesmo poder Ele sempre terá, pois não muda e não falhará.

Solta o cabo da nau Toma os remos na mão, E navega com fé em Jesus; E então, tu verás que bonança se faz Pois com Ele, seguro serás.

Quando pedes mais fé, Ele ouve, ó crê! Mesmo sendo em tribulação; quando a mão de poder o teu “ego” tirar, sobre as ondas poderás andar.

Solta o cabo da nau Toma os remos na mão, E navega com fé em Jesus; E então, tu verás que bonança se faz Pois com Ele, seguro serás.

 

PENSAMENTO III

“Deus, para a felicidade do homem, inventou a fé e o amor. O Diabo, invejoso, fez o homem confundir fé com religião e amor com casamento”. (Escritor: Machado de Assis)

DAS MAIS LINDAS CANÇÕES CRISTÃS

Solta O Cabo da Nau – (Harpa Cristã)

Oh! Por que duvidar, sobre as ondas do mar, Quando Cristo caminho abriu? – Quando forçado és, contra as ondas lutar, seu amor a ti quer revelar.

Solta o cabo da nau Toma os remos na mão, E navega com fé em Jesus; E então, tu verás que bonança se faz Pois com Ele, seguro serás.

Trevas vêm te assustar, Tempestades no mar? – Da montanha o Mestre te vê; E na tribulação Ele vem socorrer, sua mão bem te pode suster.

Solta o cabo da nau Toma os remos na mão, E navega com fé em Jesus; E então, tu verás que bonança se faz Pois com Ele, seguro serás.

Podes tu recordar, Maravilhas, sem par? – No deserto ao povo fartou; E o mesmo poder Ele sempre terá, pois não muda e não falhará.

Solta o cabo da nau Toma os remos na mão, E navega com fé em Jesus; E então, tu verás que bonança se faz Pois com Ele, seguro serás.

Quando pedes mais fé, Ele ouve, ó crê! Mesmo sendo em tribulação; quando a mão de poder o teu “ego” tirar, sobre as ondas poderás andar.

Solta o cabo da nau Toma os remos na mão, E navega com fé em Jesus; E então, tu verás que bonança se faz Pois com Ele, seguro serás.

 

FESTA NA A.D.

 

foto 10

 

Num mundo tão tumultuado, a igreja de Deus ainda acredita na oração, onde tudo pode ser resolvido. Orar é falar com Deus. É ter audiência com o juiz dos mundos. Então ore.

PENSAMENTO VI

“Não coloque limites em seus sonhos. Coloque fé”. (Desconhecido)

ÚLTIMAS NOTICIAS

1- Pesquisas mostram o quão bem a espiritualidade faz para o desenvolvimento das crianças.

2- Norte é a região do Brasil com maior porcentagem de evangélicos.

3- Edir Macedo: “Espírito Santo quer que você ajude a pagar as nossas contas”.

4- Até 2032 evangélicos devem ser maioria no Brasil.

5- Assassinatos de trans e travestis caem 24,5% em 2019 no Brasil – Os números foram apresentados pela Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra).

6- Igrejas terão direito a tarifa social de água em Palmas.

7- Crivella amplia Carnaval oficial no Rio para 50 dias.

8- Igrejas evangélicas crescem na periferia de Paris.

9- Mulheres e negros são maioria entre os evangélicos.

MEMORY V

Tem gente que Deus coloca na nossa vida só para nos dar paz. Que nos empurra para o melhor de nós, que nos guia para o caminho do bem. Gente que é sorriso em dia feio, que é suporte quando parece faltar chão. Tem gente que pensa e repensa jeitos de nos fazer bem, que se preocupa e demonstra. Gente que é abraço, mesmo de longe, e a certeza que tudo vai dar certo. Que empresta coração para a gente morar, que planta pensamentos bonitos nos dias da gente. E reforça nossa fé no ser humano! Gente que merece o que de mais bonito a vida tem a oferecer… A esse tipo de gente: amor, oração e gratidão eterna. (Desconhecido)

PENSAMENTO V

“A fé ilumina nosso coração e nos faz enxergar o positivo mesmo quando parece não existir nada de bom”. (Desconhecido)

 

OS MAIS ILUSTRES PERSONAGENS DA CULTURA

 

foto 11 (1)

 

Mossoró concentra os melhores escritores de toda região. Parabéns a cidade.

REFLEXÃO – Uma Análise da Boa Semente

Salmo 23 – O Senhor e pastor

Este salmo foi escrito pelo rei Davi em dias escuros de sua vida. Ele é uma visão dinâmica do viver humano, das dúvidas e dos questionamentos e da certeza da fé. Nele o salmista mostra como deus cuida, protege e lhe ajuda a vencer as duras barreias do viver.

Sendo um dos salmos mais conhecidos, não trata com os outros da ira de Deus sobre o pecado da humanidade mais da visão de um pastor cheio de compaixão pelas dores da humanidade, providos do pecado. Afirmar o salmista: “O Senhor é meu pastor e nada me faltará”, pensam que não vão passar por provas ou lutas.

Salmo 23

1.O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará.

2.Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranquilas.

3.Refrigera a minha alma, guia-me pelas veredas da justiça, por amor do seu nome.

4.Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo, a tua vara e o teu cajado me consolam.

5.Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda.

6.Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida, e habitarei na casa do Senhor por longos dias.

Esboço de Salmos 23

a) Pastor Pessoal.

b) Pastor Suficiente.

Interpretação e significado do Salmo 23

a) Pastor Pessoal.

O salmista inicia afirmado: Ele é o “meu pastor…”. Significa uma relação intima de amizade. Uma relação pessoal e intrasferível, de forma que Ele conhece suas ovelhas pelo nome. Como afirma o apóstolo João: “As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu conheço-as, e elas me seguem; e dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará das minhas mãos. ” (João 10.27,28). Este versículo mostra a relação pessoal que Cristo tem com suas ovelhas, ou seja, relacionamento pessoal e de comunhão: “O Senhor é o meu Pastor…”.

O deus eterno criador de tudo e de todos, vem ao longo da história humana, mostrando todo seu cavalheirismo conosco, a ponto de dar seu único filho em amor a humanidade e dela requer apenas que ande com Ele em justiça e amor.

2- Pastor Suficiente.

Em todo tempo Ele é pastor, em dias felizes e em dias tristes, na angústia, e na alegria. Por isso o salmista afirma: “… nada me faltará. ”

O que temos que fazer é descansar e confiar, pois ele tem um plano em cada vida, em todas as vidas, porém, muitas vezes este plano não é ouvido e sentido

por quem deveria, pois tem dado ouvidos a voz do sistema opressor deste mundo.

Eis os cuidados de Deus apresentado pelo salmista para quem Nele confia:

· Não faltará alimento. (v.2). – “Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranquilas”.

· Não faltará refrigério. (v.3ª). – “Refrigera a minha alma…”

· Não faltará direção. (v.3b). – “… guia-me pelas veredas da justiça…”

· Não faltará segurança. (v.4a). – “Ainda que eu andasse pelo vale da sobra da morte, não temeria mal algum…”

· Não faltará companhia. (v. 4b). – “pois tu estás comigo”

· Não faltará Consolo. (v.4c). – “… a tua vara e o teu cajado me consolam”.

· Não faltará suprimento. (v.5a). – “Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus adversários…”

· Não faltará unção. (v.5b). – “… unges-me a cabeça com óleo…”

· Não falta regozijo. (v.5c). – “… o meu cálice transborda”.

· Não faltará bondade e misericórdia (v.6a). – “Certamente que a bondade e a misericórdia me seguiram todos os dias da minha vida…”

· Não faltará convicção. (v.6b). – “… habitarei na casa do Senhor por longos dias”.

Destarte, deus se manifesta ao salmista e a toda humanidade como um Deus cavalheiros que oferece o seu amor e retira do homem o pecado que conduza morte eterna. E assim o seu afeto genuíno nos protege dos perigos suprindo todas as necessidades.