sexta-feira , 24 de janeiro de 2020
Home / Opinião / Reflexões Teológicas / Reflexões Teológicas – Ricardo Alfredo
foto 04

Reflexões Teológicas – Ricardo Alfredo

MEMORY

“Simplesmente, tenho que seguir a minha saga…” (Ricardo Alfredo)

 

UM MODELO LEGAL DE CORRUPÇÃO (CARGOS EM COMISSÃO)

Tecnicamente, o cargo em comissão é um recrutamento da parte política gestora, com o objetivo de sanar uma situação provisória. Ou seja, a contratação de servidores em cargo comissionado é temporária. Todavia, o que temos encontrado em todas as partes dos entres da união, estados e municípios é o uso imoral do clientelismo político com o dinheiro público. Sendo estes, cargos comissionados, um grande provedor da corrupção e da oneração da folha de pagamento na administração pública.

Com o passar do tempo e o avanço da democracia participativa, se faz necessário uma análise do motivo, razão, da existência tantos cargos comissionados, e os porquês da ausência, quase proposital, dos concursos públicos para o preenchimento dessas vagas.

Normalmente, os ocupantes dessas vagas, cargos comissionados, são aqueles que não conseguiram ter êxito nos concursos públicos ou em outra forma de seleção.

É bom salientar e lembrar, que o certame público, ainda é o melhor meio de classificar por mérito, (não por bajulação, carregador de bolsa, ou pelo toma lá dá cá da troca de voto). A lei maior a Constituição Federal (CF) no seu art. 37, II, assegura igualdade para todos os participantes nos certames e escolhendo os melhores candidatos através de avaliações públicas, sem utilização de qualquer subterfúgio político, isso sim é democracia!

Por outro lado, como já se tornou comum, e a sociedade aceita os desmandos de quem assume cargo letivo, a liberdade para nomear os cargos comissionados no mínimo deveria observar os princípios constitucionais para a Administração Pública, como determina o Supremo Tribunal Federal (STF) em sua súmula vinculante 13.

O certame é vinculado a súmula 13 do STF e a constituição, que doutrina: O princípio da igualdade – Cria meios para que os cargos públicos sejam disputados em igualdade por todos os candidatos; O princípio da moralidade – que proibi a perseguição, o favorecimento e o nepotismo; O princípio da competição – onde o candidato é quem tem que demonstrar sua capacidade de atuar em determinado cargo no serviço público, passando nas etapas dos certames.

Portanto, o certame, concurso público, é o melhor caminho para o preenchimento de cargo público, dentro das administrações Direta e indireta. E não a mera escolha dos seguidores de grupos políticos. Entretanto, num país onde a maioria tem o espirito de corrupção, se torna quase impossível, que a lei seja bem aplicada e os três princípios saiam do frio papel.

É sabido por todos, que a Constituição Federal, deixa brecha para a contratação temporária, em cargo comissionado, os quais podem serem, servidores ou pessoas que não faça parte do quadro funcional, como diagnostica a lei: art. 37, II da CF/88 e o art. 37, V da CF/88. E nunca é muito lembrar, os cargos são temporários. Porém, tem se tornado quase vitalício, pois alguns espertinhos que pulam de galho em galho na política partidária, ficando até a aposentadoria na função sem concurso.

As vagas de secretários Municipais, Estaduais e Ministros é importante que sejam comissionados. Todavia, as demais vagas deveriam serem preenchidas por certame (concurso público). E não por amparadores de bolsa e ternos, o que é comum, visto que é mais fácil bajular e conseguir uma vaga do que passar num concurso público demonstrado a todos sua capacidade.

Já no campo da benevolência política, os cargos comissionados são de fato, uma forma de loteamento dos cargos públicos. Onde o gestor, eleito pelo voto direito, usar para conseguir aliados, nas câmeras. E essa prática que envolve todo o mundo político, é usada apenas em favor do aliado político, e nunca em favor da sociedade e do bem comum.

Por outro lado, temos a lei, a carta magna, que doutrina a forma como pode ocorrer a contratação excepcional para cargos comissionados, servidores temporários, que não tem vínculo administração pública. Em relação a temática temos o EC 19, que orientou o art. 37, V da CRFB/88 e determinou que a contratação deveria ser de servidores de carreira e em casos extraordinários servidores comissionados sem vínculo com o quadro. E neste último, desde que prove que é detentor de alto grau de preparo intelectual para função, ou seja, tenha especialização, mestrado ou doutorado na função contratada.  O que de fato não acontece, para ser contrato basta ser do partido ou mesmo seja um cabo eleitoral de candidato A ou B. E assim cria, a falsa ideia que o tirar vantagem é ser vitorioso.

A ideia central da lei era impedir o uso político dos cargos públicos nas barganhas políticas. Porém, ficou evidente que a sua aplicação não teve respaldo. Visto que, encontrou salvo-conduto em interesses múltiplos. E que o apoio do legislativo e judiciário ao executivo seriam atingidos de forma direta em seus interesses pessoais. E o estado é apenas o estado, sem forma, nem cara, comandado por eles fazendo o que querem ao seu bel-prazer. Dentro de uma população em sua maioria despreparada por anos de desmando.

De grosso modo, há uma relação promiscua entre os poderes. Quem deveria fiscalizar não fiscaliza, quem poderia aplicar a lei não aplica, quem deveria fazer acontecer não o faz, e tudo passa a ser natural. Escolas sucateadas, professores doentes, saúde em colapso, segurança nem rumo e a vida sendo ultrajada para que bem poucos tenha uma bela vida acima da média da população.

Diante de tudo que foi escrito, fica claro que o melhor e mais justo para o preenchimento das vagas públicas é o concurso público, certame. Pois é através dele (certame) que o mais preparado e intelectual pode ajuda essa nação a se desenvolver e fugir dos modelos de corrupção imposto pela classe dominante.

Como o certame é possível minimizar a corrupção? Ele quebra o voto de cabresto, dá mais autonomia ao servidor e ao mesmo tempo, este servidor deixa de ser servidor de grupinho de momento no poder e passa a ser servir ao estado, o seu real patrão.

Portanto, é notório que os cargos comissionados, (temporários) é um dos meios mais propicio a corrupção, visto que a autoridade gestora pode legaliza a liquidação de cargos públicos, (cargos comissionados) em troca de votos nas câmeras. E sendo este responsável pelo inchaço da folha de pagamento de estados e municípios e ao mesmo tempo promotor legalizado da corrupção em todas as esferas.

O SILÊNCIO DA ALEGRIA

Já escutei, companheiros, interroga-me: Porque acreditas num Deus! Assim como você acredita? Porém, quando oro, sinto uma presença indescritível e uma alegria profunda, de uma voz dizendo ao meu coração… Sou o Senhor teu Deus e estou aqui… não tenhas medo. (Ricardo Alfredo)

 

PENSAMENTO

“Nada no mundo é mais perigoso que uma ignorância sincera e a estupidez conscienciosa.”  (Martin Luther King)

 

RECONHECIMENTO

O gestor da UPA Raimundo Benjamin Franco é um exemplo a ser seguido. Além de uma equipe competente, João, é um daqueles gestores que honra a coisa pública e dedica toda a sua vida servir a todos sem exceção. Parabéns pela equipe dedicada e por você ser essa pessoa. Tenha certeza meu amigo, lá do céu, o Rei do universo, Deus, deixa rolar uma lagrima ao lhe ver acolhendo a quem sofre.

 

foto 01

 

APRENDIZADO I

“A greve, no fundo, é a linguagem dos que não são ouvidos.” (Martin Luther King)

 

LIÇÕES DA VIDA I

Oração – Agradeço a Deus pelo dom da vida

Meu Deus, sei que com muita frequência as pessoas procuram-Te para pedir ajuda e bênçãos, mas hoje eu procuro para agradecer!

Agradeço ao Senhor por todas as coisas boas e ruins que me aconteceram na vida, pois sei que se Deus grande colocou obstáculos em minha vida, é porque confiou que eu podia ultrapassá-los e adquirir sabedoria com eles.

Deus, agradeço pelas bênçãos que tens me dado, agradeço pela minha saúde e pela saúde das pessoas que amo, e pela proteção que recebemos diariamente dos Teus anjos.

Agradeço por encontrar em meu caminho algumas portas abertas, e ainda que em momentos de revolta não entenda porque outras portas se fecharam, compreendo que o Senhor sabe o que é melhor para mim.

Meu Deus generoso, agradeço pelas lições que tenho aprendido ao longo da minha vida, mesmo que algumas delas me tenham trazido sofrimento. Hoje tenho humildade para aceitar os desígnios do Senhor e mais sabedoria para tentar aprender com a dor.

Hoje sou uma pessoa melhor, mais compreensiva e forte. Hoje tenho maturidade para me reconciliar com os meus erros e defeitos, e discernimento para entender as linhas que o Senhor traçou para a minha vida.

Meu Deus, peço que continues a me abençoar e a me proteger com as Tuas mãos poderosas, e agradeço por confiares a mim o dom da vida e me comprometo a buscar a paz, a bondade e a felicidade! Amém! (Fonte:  mundodasmensagens)

 

PENSAMENTO I

“Estou no abrigo de Deus, estou debaixo de suas asas”. (Teólogo: Ricardo Alfredo)
SAUDADE

 

foto 02

 

No discurso de sua esposa na Academia de Ciências Jurídicas e Sociais de Mossoró, dona zilene, todos nós ficamos emocionados com a ausência física do nosso irmão e amigo Dr. Milton Marques.

 

PLENÁRIO DA CÂMARA DE MOSSORÓ APROVA ORÇAMENTO EM PRIMEIRO TURNO

 

foto 03

 

O Plenário da Câmara Municipal de Mossoró aprovou, em primeiro turno, o projeto da Lei Orçamentária Anual (LOA) para 2020, nesta quarta-feira (6), por 13 votos a 5. À proposta, serão acrescentadas 12 emendas (veja abaixo), acatadas pela Comissão de Orçamento, Finanças e Contabilidade (COFC).

A decisão da COFC, que rejeitou outras 369 emendas (alterações ao texto), foi validada no plenário pouco antes da votação da LOA (Projeto de Lei do Executivo n º 1.213/19). Em razão disso, o parecer da comissão e o projeto da LOA receberam voto contrário da bancada de oposição.

Dos presentes, votaram a favor os vereadores Aline Couto (Avante), Tony Cabelos (PSD), Didi de Arnor (PRB), Emílio Ferreira (PSD), Flávio Tácito (PCdoB), Francisco Carlos (PP), João Gentil (Rede), Manoel Bezerra (PRTB), Maria das Malhas (PSD), Ricardo de Dodoca (Pros), Rondinelli Carlos (PMN), Sandra Rosado (PSDB) e Zé Peixeiro (PTC).

Os votos contrários foram dos vereadores Alex do Frango (PMB), Genilson Alves (PMN), Gilberto Diógenes (PT), Petras Vinícius (DEM) e Raério (PRB). Estavam ausentes no momento da votação os vereadores Ozaniel Mesquita (PL) e Alex Moacir (MDB). E a presidente da Câmara, Izabel Montenegro (MDB), só votaria em caso de empate.

Em conclusão

“Com essa primeira votação, aguardaremos o intervalo de duas sessões para fazer a votação da LOA em segundo turno, conforme determina o Regimento Interno, e o resultado pode ser igual ou diferente desse”, informa Izabel Montenegro. A votação está prevista para o próximo dia 19.

A votação em primeiro turno é o penúltimo passo da apreciação da LOA 2020, recebido na Câmara dia 30 de agosto, e sucedeu a leitura da íntegra do projeto em plenário; audiência pública para debate do tema e apresentação das emendas.
Todas as ações do Executivo necessitam de previsão na LOA, daí, a relevância da matéria. Trata-se do orçamento do último ano do atual mandato da prefeita Rosalba Ciarlini (PP). A LOA é produzida com base na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), aprovada em julho.

Emendas aprovadas à LOA 2020

1 – Construção de Unidade Básica de Saúde na localidade Hipólito I (autor: vereador João Gentil)

2 – Construção de Unidade Básica de Saúde no loteamento Nova Mossoró (autor: vereador João Gentil)

3 – Recursos para o Instituto Amantino Câmara (autor: vereador João Gentil)

4 – Recursos para Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) Mossoró (autor: vereador João Gentil)

5 – Recursos para qualificação profissional (autor: vereador João Gentil)
6 – Campanhas educativas e produção de material gráfico para divulgação de informações educativas de trânsito (autor: vereador Alex Moacir)

7- Correção de redação que identifica o projeto/atividade devido a erro de digitação (autor: vereador Professor Francisco Carlos)

8 – Correção de redação que identifica o projeto/atividade devido a erro de digitação (autor: vereador Professor Francisco Carlos)

9 – Correção de redação que identifica o projeto/atividade devido a erro de digitação (autor: vereador Professor Francisco Carlos)

10 – Correção de redação que identifica o projeto/atividade devido a erro de digitação (autor: vereador Professor Francisco Carlos)

11 – Correção de redação que identifica o projeto/atividade devido a erro de digitação (autor: vereador Professor Francisco Carlos)

12 – Conclusão da pavimentação da Rua Antônio Calistrado do Nascimento, bairro Aeroporto II (autor: vereador Genilson Alves). (Fonte: câmera municipal de Mossoró)

 

DAS MAIS LINDAS CANÇÕES BRASILEIRA

Travessia (Milton Nascimento)

Quando você foi embora
Fez-se noite em meu viver
Forte eu sou mas não tem jeito,
Hoje eu tenho que chorar
Minha casa não é minha,
E nem é meu este lugar
Estou só e não resisto,
Muito tenho prá falar

Solto a voz nas estradas,
Já não quero parar
Meu caminho é de pedra,
Como posso sonhar
Sonho feito de brisa,
Vento vem terminar
Vou fechar o meu pranto,
Vou querer me matar

Vou seguindo pela vida
Me esquecendo de você
Eu não quero mais a morte,
Tenho muito que viver
Vou querer amar de novo
E se não der não vou sofrer
Já não sonho, hoje faço
Com meu braço o meu viver

Solto a voz nas estradas,
Já não quero parar
Meu caminho é de pedra,
Como posso sonhar
Sonho feito de brisa,
Vento vem terminar
Vou fechar o meu pranto,
Vou querer me matar

Vou seguindo pela vida
Me esquecendo de você
Eu não quero mais a morte,
Tenho muito que viver
Vou querer amar de novo
E se não der não vou sofrer
Já não sonho, hoje faço
Com meu braço o meu viver

 

PENSAMENTO II

“Os meus fados, são aliviados pelo Senhor, que compreende o meu viver”. (Teólogo: Ricardo Alfredo)

 

APRENDIZADO II

É Ele, que enumera cada grão de areia,

É Ele, que faz as ondas do mar obedecerem ao seu mandar,

É Ele, determina aos ventos em seu percurso e estes lhe obedecem,

É Ele, que deu aos astros os céus,

É Ele, que dar ordem as folhas,

É Ele, que no seu querer dar paz e tranquilidade nas lutas e tristezas,

É Ele, o grande Eu Sou.… que ama com o mais profundo amor ao que está triste e solitário,

É Ele, que que diz baixinho, não estais só.

É Ele, que nos ensina a habitar em seu abrigo. (Teólogo: Ricardo Alfredo)

 

HOMENAGEM

Os quatros são imortais da ACJUS entregaram com emoção a comenda… parabéns a ACJUS que demonstra grande capacidade de atuação no mundo das letras.

 

PENSAMENTO III

“A justificação é o eixo e o alicerce do cristianismo”. (Thomas Watson)

UM SONHO REALIZADO

Professor Benedito, é sim, uma grande autoridade quando se falar em cultura, preservação da história a amo a história do Nordeste. E essa demonstração é dada com o museu do sertão. Uma riqueza histórica e cultural do país de Mossoró e do mundo. Parabéns, grande professor.

PENSAMENTO IV

“A busca de Deus é a busca da alegria. O encontro com Deus é a própria alegria.” (C.S. Lewis)

DAS MAIS LINDAS CANÇÕES CRISTÃS

O Exilado (Harpa Cristã)

Da linda pátria estou bem longe
Cansado estou
Eu tenho de Jesus saudade
Oh, quando é que eu vou?
Passarinhos, belas flores
Querem me encantar
São vãos terrestres esplendores
Mas contemplo o meu lar

Jesus me deu a Sua promessa
Me vem buscar
Meu coração está com pressa
Eu quero já voar
Meus pecados foram muitos
Mui culpado sou
Porém, Seu sangue põe-me limpo
Eu para pátria vou

Qual filho de seu lar saudoso
Eu quero ir
Qual passarinho para o ninho
Pra os braços Seus fugir
É fiel, Sua vinda é certa
Quando? Eu não sei
Mas Ele manda estar alerta
Do exílio voltarei

Sua vinda aguardo eu cantando
Meu lar no céu
Seus passos hei de ouvir soando
Além do escuro véu
Passarinhos, belas flores
Querem me encantar
São vãos terrestres esplendores
Mas contemplo o meu lar

 

PENSAMENTO V

“Os principais perigos para a mente do cristão são a depressão e o desânimo”
(John Stott) chefe anglicano britânico.

 

POEMAS – CLÁSSICOS DAS POESIAS

Soneto do amor total

Amo-te tanto, meu amor… não cante
O humano coração com mais verdade…
Amo-te como amigo e como amante
Numa sempre diversa realidade

Amo-te afim, de um calmo amor prestante,
E te amo além, presente na saudade.
Amo-te, enfim, com grande liberdade
Dentro da eternidade e a cada instante.

Amo-te como um bicho, simplesmente,
De um amor sem mistério e sem virtude
Com um desejo maciço e permanente.

E de te amar assim muito e amiúde,
É que um dia em teu corpo de repente
Hei de morrer de amar mais do que pude.

 

PENSAMENTO VI

“Faz tempo que para pensar sobre Deus não leio os teólogos,
leio os poetas.” (Escritor: Rubem Alves)

 

HOMENAGEM

 

foto 04

 

Os quatros são imortais da ACJUS entregaram com emoção a comenda… parabéns a ACJUS que demonstra grande capacidade de atuação no mundo das letras.

 

PENSAMENTO III

“A justificação é o eixo e o alicerce do cristianismo”. (Thomas Watson)

 

UM SONHO REALIZADO

 

foto 05

 

Professor Benedito, é sim, uma grande autoridade quando se falar em cultura, preservação da história a amo a história do Nordeste. E essa demonstração é dada com o museu do sertão. Uma riqueza histórica e cultural do país de Mossoró e do mundo. Parabéns, grande professor.

 

PENSAMENTO IV

“A busca de Deus é a busca da alegria. O encontro com Deus é a própria alegria.” (C.S. Lewis)

 

DAS MAIS LINDAS CANÇÕES CRISTÃS

 

Da linda pátria estou bem longe
Cansado estou
Eu tenho de Jesus saudade
Oh, quando é que eu vou?
Passarinhos, belas flores
Querem me encantar
São vãos terrestres esplendores
Mas contemplo o meu lar

Jesus me deu a Sua promessa
Me vem buscar
Meu coração está com pressa
Eu quero já voar
Meus pecados foram muitos
Mui culpado sou
Porém, Seu sangue põe-me limpo
Eu para pátria vou

Qual filho de seu lar saudoso
Eu quero ir
Qual passarinho para o ninho
Pra os braços Seus fugir
É fiel, Sua vinda é certa
Quando? Eu não sei
Mas Ele manda estar alerta
Do exílio voltarei

Sua vinda aguardo eu cantando
Meu lar no céu
Seus passos hei de ouvir soando
Além do escuro véu
Passarinhos, belas flores
Querem me encantar
São vãos terrestres esplendores
Mas contemplo o meu lar

PENSAMENTO V

“Os principais perigos para a mente do cristão são a depressão e o desânimo”
(John Stott) chefe anglicano britânico.

 

POEMAS – CLÁSSICOS DAS POESIAS

Soneto do amor total

Amo-te tanto, meu amor… não cante
O humano coração com mais verdade…
Amo-te como amigo e como amante
Numa sempre diversa realidade

Amo-te afim, de um calmo amor prestante,
E te amo além, presente na saudade.
Amo-te, enfim, com grande liberdade
Dentro da eternidade e a cada instante.

Amo-te como um bicho, simplesmente,
De um amor sem mistério e sem virtude
Com um desejo maciço e permanente.

E de te amar assim muito e amiúde,
É que um dia em teu corpo de repente
Hei de morrer de amar mais do que pude.

 

PENSAMENTO VI

 

foto 06

 

“Faz tempo que para pensar sobre Deus não leio os teólogos,
leio os poetas.” (Escritor: Rubem Alves)

 

SEMANA DO EVANGÉLICO EM TIBAU-RN.

 

foto 07

 

Nos dias 27 e 30 da última semana de novembro será comemorada a do evangélico em Tibau-RN. Com o apoio das igrejas evangélicas do Tibau a cantora Alice Maciel e Banda terá participação especial.

 

foto 08

 

ACADEMIA MOSSOROENSE DE LETRAS – AMOL

 

foto 09

 

4º Concurso de Contos, Crônicas e Poesias

“João    Batista  Cascudo Rodrigues” – 2019 – Inscrições até 25 de outubro de 2019

Os trabalhos serão entregues diretamente ou enviados pelos correios para Academia Mossoroense de Letras – AMOL, na Sala 01, da Biblioteca Ney Pontes Duarte, Praça da Redenção Jornalista Dorian Jorge Freire, nº 17 – CEP 59.600 – 780, Centro – Mossoró/RN.

Academia Mossoroense de Letras – Praça da Redenção, nº 17 – Centro – Mossoró/RN – 59600-065 Fundada em 25 de setembro de 1988, a Academia Mossoroense de Letras – AMOL, em homenagem ao seu sócio fundador (in memoriam) “João Batista Cascudo Rodrigues”, torna público o Edital nº 01/2019, referente ao 4º Concurso de Contos, Crônicas e Poesias “João Batista Cascudo Rodrigues”, constante do seguinte

REGULAMENTO:

  1. Os candidatos podem concorrer com 01 (hum) texto de conto e/ou 01 (hum) texto de crônicas e/ou de poesia.
  2. Os textos deverão ser originais, isto é, nunca terem sido anteriormente publicados em jornal, revista ou livro, ou mesmo veiculados pela Internet ou quaisquer outros meios de comunicação.
  3. Os trabalhos deverão ser inscritos em português, com tema livre, digitados em papel A4, em uma só face do papel, enviados em 04 (quatro)
    • Só poderão concorrer autores norte-rio-grandenses, que residam em território do Rio Grande do Norte.
  4. Os contos e crônicas terão limite máximo de 15 (quinze) páginas e as poesias em no máximo 4 (quatro) páginas, em letra 12, fonte Arial, espaço 1.5.
  5. Cada texto deverá ser identificado apenas pelo título e pseudônimo, não podendo constar, de nenhuma forma, algo que identifique o seu
  6. Os textos de conto, crônica e de poesia deverão estar contidos em um só envelope e com um mesmo pseudônimo, além de uma cópia em
    • Este envelope será acompanhado por um outro menor, lacrado, que terá na parte externa a indicação “4º CONCURSO DE CONTOS, CRÔNICAS E POESIAS JOÃO BATISTA CASCUDO RODRIGUES – AMOL”, título do trabalho e o pseudônimo do autor.

Os trabalhos serão avaliados por uma Comissão Julgadora, composta por pessoas com amplo conhecimento, experiência e saber em literatura.

  • A Comissão Julgadora será composta de 5 (cinco) membros, escolhida pela Direção da Academia Mossoroense de Letras – AMOL, podendo serem membros da Academia ou
  • Esta Comissão Julgadora terá plena e total autonomia na apreciação e julgamento dos textos apresentados, que deverão ser regidos pelos princípios de originalidade, técnica e arte literária.
  • A decisão da Comissão Julgadora terá caráter irrevogável.
  1. Serão premiados os 2 (dois) (primeiro e segundo lugares) melhores trabalhos, em cada categoria, recebendo os vencedores, os seguintes prêmios:

1º Lugar: – Conto – R$ 1.000,00 (mil reais) mais certificado;

1º Lugar: – Crônica – R$ 1.000,00,00 (mil reais) mais certificado;

1º Lugar: – Poesia – R$ 1.000,00,00 (mil reais) mais certificado;

2º Lugar: – Conto – R$ 500,00 (quinhentos re- ais) mais certificado;

2º Lugar: – Crônica – R$ 500,00 (quinhentos reais) mais certificado;

2º Lugar: – Poesia—R$ 500,00 (quinhentos reais) mais certificado.

  • Menções honrosas:

Além dos 2 (dois) primeiros lugares, haverá 5 (cinco) menções honrosas, que receberão os seguintes certificados.

  • Os trabalhos ganhadores serão publicados pela Coleção Mossoroense, em formato de coletânea.
  • Cada ganhador, e os que foram agraciados com menções honrosas, receberão, respectivamente, 10 (dez) e 5 (cinco)
  • Os concorrentes, ao se inscreverem no concurso, cedem todos os direitos autorais de veiculação e divulgação dos respectivos textos à Academia Mossoroense de Letras –
  • É vedada a participação dos membros da Academia Mossoroense de Letras, como
  1. Os trabalhos serão entregues, diretamente, ou enviados pelos correios, para a Academia Mossoroense de Letras – AMOL, Biblioteca Ney Pontes Duarte, Praça da Redenção Jornalista Dorian Jorge Freire, nº 17, Centro, Mossoró/RN, CEP: 59600-780.
    • Quando enviados, serão validados apenas os trabalhos contendo carimbo dos correios, até 31/08/2016, trinta e um de agosto de dois mil e dezes- seis.
    • A comunicação dos resultados do concurso será feita no final de setembro e a premiação posteriormente.

Mossoró/RN, 10 de julho de 2019.

Elder Heronildes da Silva Presidente da AMOL

PENSAMENTO VII

“Ele que enumera as estrelas e as chama pelo seu nome, tem plano, um caminho traçado para mim”. (Teólogo: Ricardo Alfredo)

REFLEXÃO – uma análise da boa semente

Este Salmo é conhecido como a oração da vinga em favor do justo. Num reinado cercado de inimigos, internos e externos, o rei Davi reafirma a sua confiança em Deus e faz orações suplicando a Deus o seu socorro contra os seus inimigos que o cerca.

Diante de um mundo maligno e rodeado de maldade, o Rei espera ver Deus face a face, o seu provedor de alegria nos dias de angústia.

Salmo 17 – A oração de Davi

1 – Ouve, Senhor, a minha justa queixa; atenta para o meu clamor. Dá ouvidos à minha oração, que não vem de lábios falsos.

2 – Venha de ti a sentença em meu favor; vejam os teus olhos onde está a justiça!

3 – Provas o meu coração e de noite me examinas, tu me sondas, e nada encontras; decidi que a minha boca não pecará

4 – Como fazem os homens. Pela palavra dos teus lábios eu evitei os caminhos do violento.

5 – Meus passos seguem firmes nas tuas veredas; os meus pés não escorregaram.

6 – Eu clamo a ti, ó Deus, pois tu me respondes; inclina para mim os teus ouvidos e ouve a minha oração.

7 – Mostra a maravilha do teu amor, tu, que com a tua mão direita salvas os que em ti buscam proteção contra aqueles que os ameaçam.

8 – Protege-me como à menina dos teus olhos; esconde-me à sombra das tuas asas,

9 – Dos ímpios que me atacam com violência, dos inimigos mortais que me cercam.

10 – Eles fecham o coração insensível, e com a boca falam com arrogância.

11 – Eles me seguem os passos, e já me cercam; seus olhos estão atentos, prontos para derrubar-me.

12 – São como um leão ávido pela presa, como um leão forte agachado na emboscada.

13 – Levanta-te, Senhor! Confronta-os! Derruba-os! Com a tua espada livra-me dos ímpios.

14 – Com a tua mão, Senhor, livra-me de homens assim, de homens deste mundo, cuja recompensa está nesta vida. Enche-lhes o ventre de tudo o que lhes reservaste; sejam os seus filhos saciados, e o que sobrar fique para os seus pequeninos.

15 – Quanto a mim, feita a justiça, verei a tua face; quando despertar, ficarei satisfeito ao ver a tua semelhança.

 

Esboço de Salmos 17:

17.1 – 5: A queixa do rei Davi

17.6 – 13: O Rei aflito se abriga no Senhor!

17.14 – 15: O levantar do Deus que faz justiça.

17.1 – 5: A queixa do rei Davi

Versículo1 – a oração – A suplica do rei cansado das perseguições e dos falsos testemunhos contra ele. Sua esperança de vitória e justiça estava no ouvir de Deus a sua oração.

Versículo 2 – O julgamento – o rei se sentido injustiçado, pede a Deus que o vingue pela língua que calunia.

Versículo 3 –  O sondar de Deus – o rei sabe, que Deus o sonda e o cerca para lhe ensinar seus caminhos de justiça. Jamais Davi deseja que o orgulho da presunção de pureza lhe enchesse o coração e assim livremente ele reconhece que é pecado e precisa da misericórdia de Deus em todo o seu viver.

Versículo 4 – Fugido do caminho mal – como ele fixou a palavra viva em seu coração encontra orças para fugir do mal e da prática do mal.

Versículo 5 – Firmeza nos passos – Com o coração aliviado por ter confessado o pecado, o rei promete seguir firme em sua jornada.

17.6 – 13: O Rei aflito se abriga no Senhor!

Versículo 6 – Clamor – Davi pede a Deus que escute sua suplica e o socorra. O seu clamor é para Deus acalmar seu coração e o ensinar.

Versículo 7, 8 e 9 – Davi busca proteção em Deus – em primeiro plano ele deseja proteção contra os homens maus e violentos. Em seguida, em seu clamor ele pede a Deus que o guarde com a meninas dos seus olhos e o coloque me baixo de suas asas. Já na sequência, ele, explica o motivo da sua angustia, por estar cercado de inimigos cruéis e violentos.

Versículo 10 e 11 – Perseguição – Davi descreve como os que o odeia sem motivo agem por suas costas. E acrescenta que eles o cercam com rancor e odeio.

Versículo 12 e 13 – Os inimigos, são leões famintos – diante de tanto luta o rei Davi compara os seus inimigos com leões, não por sua força mais por sua arrogância de quere vê-lo no chão destruído.

 

17.14 – 15: O levantar do Deus que faz justiça.

Versículo 14 – A visão mundana – o rei pede a Deus que o livre da mesma visão e o torne melhor cada dia. Pois o servo de Deus sabe que osei quinhão não se encontra nesta vida.

Versículo 15 – Eu, porém – em descompasso como mundo materialista o rei Davi e como s prazeres passageiros desta vida, o rei pede a Deus e anseia pela sua alegria em está face a face com Ele.