segunda-feira , 10 de dezembro de 2018
Home / Destaques / Reflexões Teológicas – Ricardo Alfredo
ri8

Reflexões Teológicas – Ricardo Alfredo

PENSAMENTO I

“O maior líder que a humanidade já viu, foi o mais simples dos homens. Jesus Cristo”. (Ricardo Alfredo)

 


A RELAÇÃO POLÍTICA E FÉ

Para compreendemos a relação entre política e fé, primeiro temos que entender que esse é um debate ideológico e ético e não apenas religioso, a ponto de atrair a atenção de líderes políticos, governantes, religiosos, teólogos e especialistas no assunto.

Antes de adentramos no tema é necessário fazemos alguns considerações que são relevantes, como: conceito de político, visão de reino, política partidária, escolha de candidatos e objetivo da política.

A política é algo divino em suas dimensões humanas. A política não é uma estratégia do inimigo de Deus para corromper, pelo contrário, a boa política é um projeto do Juiz dos Mundos, Deus. Apresentado a todos as bases do seu trono e os princípios do reino espiritual, valores que são: a verdade, a justiça, a paz, a fraternidade, o perdão, a liberdade, a alegria e a dignidade da pessoa humana.

Quase sempre fico contrário, mesmo que em silêncio, com pessoas que ensinam o que não sabem, nem tem domínio. E andam a dizer aos quatro ventos inverdade sobre a relação fé e política. De forma que quase sempre são extremistas ou liberais, não apresentado ao povo um equilíbrio espiritual nem moral.

Política, bem compreendida e praticada corretamente, pode ser entendida como um modelo artístico. Como arte dos grandes pensadores da humanidade ou mesmo como ciência da organização, direção e administração da conjuntura dos poderes. Não esquecendo que a política também aparece no esfera individual, assim como nas posturas e decisões diárias. Mesmo para aqueles que são incrédulo a política, e que diz que a odeia, e dela não faz parte. Sua atitude omissa tem de forma direta interferido na vida daqueles que mais necessitam das políticas públicas eficientes, que são os mais pobres.

Por outro lado, há que pergunte: o reino de Deus é político? Sim, o reino de Deus é político e espiritual. Porque o reinado do Juiz dos Mundos (Deus), é fundamentando na justiça e juízo e na misericórdia e na verdade. Por isso a igreja deve se posicionar contra as obras maus que nascem da política corrupta e de homens corruptos que são: políticos vigaristas que extraem da nação o melhor que tem e destrói a esperança do pobre e de quem sofre. Ele (Deus) deseja implantar na terra o mesmo reinado em que não haja injustiça, engano, roubos, corrupção e coisas semelhantes. O transcendente, Deus, não suporta a fome, odeia a rejeição ao menor do povo, e sendo assim, Ele deseja que homens de bem se manifestem contra a maldade e a tirania.

No campo das políticas humanas, principalmente as partidárias, já se anuncia o período de incomum agitação que é a escolha dos futuros candidatos, e a correria em busca de votos, assim como as promessas de soluções para as dores dos que mais sofrem.

A escolha de candidatos numa democracia consolidada, deveria observar como critério, o nível moral, intelectual e profissional do indivíduo. Sabendo se ele é apto ou não a governar ou atuar na criação das leis que levem ao bem estar social. O que acontece infelizmente, e que vários supostos cristãos têm sido lançado no meio político partidário sem nenhum preparo intelectual, ou não tendo a visão do bem comum, deixando transparecer que para ser candidato, o principal requisito é tem um pouco de carisma e fazer parte de um grupinho que domina e lidera a igreja.

E assim, um escrivão provinciano como sou, passa a entender que o único objetivo e afã destas criaturas é ver seus interesses econômicos imediatos consolidados, ou mesmo a busca por riquezas fáceis e sem muito trabalho, já que para grande parte dos supostos líderes da fé, o tamanho da igreja é definida pelo poder e pela fama que conquistou no mundo. E a política é o caminho mais fácil para esse fim.

O objetivo correto na política deveria ser bem comum, o que na verdade quase nunca acontece, pois os grilhões que prendem os mais fracos jamais serão soltos e estes estão sustentando uma casta de homens sem alma que gerencia o povo. Entretanto, no convencional político, o mais comum é a busca desenfreada por interesses particulares, familiares ou de grupos às custas do Estado.

A arte, altamente nobre da política, deve ser exercida por homens preparados e aptos em gestão e conhecimento das necessidades do povo, para que possa exerce-la sem buscar seu próprio interesse ou tirar vantagens indevidas. Isso é o que se espera do bom cidadão que tem como objetivo servir. Contudo, não é o que temos visto ou ouvido.

Na relação política e fé é necessário que os lideres sejam verdadeiros servos do criador e Senhor de todos, e assim, possam trabalhar na busca da igualdade de direitos e deverem entre todos.

Por outro lado, a proposta de uma trégua e uma relação profícua entre fé e política, vem tomando corpo na mente e nos corações daqueles que compreenderam que as decisões sociais só podem serem através da política. Mesmo assim, ainda temos diversas áreas religiosas ou não, que resistem a ideia de colisão para combater a corrupção no meio político. É bom lembrar a frase celebre que diz: “quando os bons silenciam, o mal domina”. (Ricardo Alfredo – 2002 livro Reflexões)

Diante do quadro atual no mundo, é de fácil compreensão que a política é uma seara extremamente delicada para aqueles que tem valores sólidos e são dedicado em agrada o Juiz dos mundos.

Mesmo diante do quadro de tanta incerteza no campo político, é dever dos que a si mesmo, anunciam ser cristão, lutar pela liberdade, pela verdade, pelos mais pobres do povo, pela viúva, pelos órfãos e por todos os injustiças num sociedade corrupta e sem ética. Cabe a igreja ser a verdadeira representante deste valores que são eternos.

Por todos esses aspectos, devemos ponderar que fé e política não são elementos antagônicos, como muitos desejam que sejam, mas são peregrinos que caminham próximos e, à medida que se aproximam melhoram a vida dos que mais precisam. E assim, fazem que o justo chamado da política seja louvado e exemplificado para as gerações que aproximasse da compreensão de um mundo melhor. É inevitável que o processo de conscientização da missão da fé junto à sociedade não tenha mais retrocessos, pois a alma humana criou asas e aprendeu a voar. E assim, a exigência de uma política justa e perfeita, jamais será adormecida.

 


GESTÃO EDUCACIONAL

ri1

A professora Renata Dantas, gestora (diretora) da Escola Municipal Deusdete Cecílio de Araújo, zona Rural de Mossoró-RN, como sempre antenada com as novidades educacionais, elaborou com sua equipe de professores o projeto Justiça e Escola que terá sua culminância no dia 18 de dezembro com participação de diversas autoridades e um palestrante convidado que é o coordenador do município do justiça e Escola.

Já no dia 19 de dezembro à escola em conjunto com a comunidade fará um desfile apresentando os seis pilares do justiça e escola, pelas ruas da zona rural do Sítio Mulunguzinho – Zona rural – Mossoró-RN. Parabéns a gestora e toda a sua equipe.

 


5° ANIVERSÁRIO

 

ri2

Parabéns aos todos os que lutaram se esforçaram para comprar a radio e fazer dela uma boa rádio em tempos de internet.

 


REFÚGIO

 

ri3

No período do carnaval sempre a A.D. Mossoró, assim como em toda a região é feito um refúgio para jovens. Primeiro se chamava EMAD ou EJAD, Porem, pelo que me parece o formato ainda é o mesmo.

 


PENSAMENTO II

“Às vezes me pergunto, pra que serve um homem, e o que ele tem? Se não a si mesmo, então ele não tem nada. Tendo a ele mesmo, então é capaz de dizer as coisas que sente de verdade e não as palavras de alguém que se ajoelha. As cicatrizes mostram, eu recebi as pancadas mais levantei e segui caminhado”. (Ricardo Alfredo)

 


PROSA I

Para todos os pensadores

AUSÊNCIA

Por muito tempo achei que a ausência é falta.

E lastimava, ignorante, a falta.

Hoje não a lastimo.

Não há falta na ausência.

A ausência é um estar em mim.

E sinto-a, branca, tão pegada, aconchegada nos meus braços,

que rio e danço e invento exclamações alegres,

porque a ausência, essa ausência assimilada,

ninguém a rouba mais de mim.

(Carlos Drummond de Andrade)

 


PROSA II

Para Renata Dantas

LIDERAR

Liderar é se doar, é ter coração humanizado, amado, sentido e sofrido. É está disposto a servir, a cooperar, a ceder e se esvaziar.

Liderar é ser capaz de analisar e separar o trigo e o joio sem desprezar e nem ironizar, apenas tentar ajudar.

Liderar é ser guiado pelo coração, razão, emoção e amor.

Liderar é ter princípios nobres, é ter valor onde não há valor.

Liderar é ter um coração sábio. É saber indicar o caminho sem gritar nem espernear.

Liderar é ser simples. É conhecer a estrada e saber que ela pode levar as perigosas paixões do ódio e do rancor.

Liderar é ser forte na dor, no desamparo, na rejeição, porem leve de espírito.

Liderar, é nunca pensar que é melhor do que o próximo, mais ser do cego os olhos, do iletrado o saber, do doente o remédio, do que sofre o consolo, do triste a alegria, e do Rei e Juiz dos mundos, apenas um servo.

(Ricardo Alfredo)

 


FAMÍLIA DEBAIXO DA GRAÇA 2018

 

ri4

Como tema as cinco linguagem do amor o encontro promete renovar a caminhada do amor na vida dos casais. Com certeza é algo extraordinário é ver e participar para comprovar.

 


PENSAMENTO III

“É melhor o mundo inteiro sorrir de você, do que você concordar com sua loucura”. (Ricardo Alfredo)

 


RÁPIDAS DA SEMANA

1- Papiro com texto apócrifo sobre Jesus é encontrado

2- Missionário é morto com a Bíblia na mão

3- EUA e Israel se preparam para cenário de guerra

4- 5 mil oraram diante de clínicas de aborto

6- Famílias evangélicas estão sendo presas por orarem em casa, na Eritreia

7- Manuscrito com ensinamentos de Jesus a Tiago é descoberto por arqueólogos

8- Ministro russo Sergey Lavrov promete defender cristãos perseguidos no Oriente Médio

 


VELHOS AMIGOS

 

ri5

Essa com certeza foi a melhor equipe que a A.D. já viu em todos os tempos. Pessoas que hoje constrói e construiu uma sociedade melhor. Além de serem bom evangelizadores. Tenho a honra de ser amigo deles, cada um com sua personalidade, porem cheio de amor pelo próximo. Parabéns bons amigos e irmãos.

 


PERFIL AMOL

Academia Mossoroense de letras – AMOL

 

ri6

Mário Gerson Fernandes de Oliveira nasceu em Mossoró-RN, aos 16 de dezembro de 1981. É filho de Maria do Carmo Fernandes Oliveira e de Josias Faustino de Oliveira. Começou a produzir seus primeiros escritos aos quatorze anos de idade. Desde muito jovem teve contato com a literatura, as artes plásticas e, em especial, com a poesia. Juntamente com a Fundação Vingt-un Rosado, Coleção Mossoroense, em 1999 lançou o seu primeiro trabalho – um folheto intitulado Traços Poéticos, por um projeto denominado Poema na Escola.

Em 2008, foi o vencedor da categoria Contos, do Prêmio Literário Rota Batida, um convênio entre a Coleção Mossoroense e a Petrobras, com o livro O Suspiro do Inimigo.

Em 2007, lançou o livro GAZETA DO OESTE, 30 anos, em que revela a história do maior jornal do interior do Estado e do Oeste potiguar. Já em 2008 publicou outra obra, A Morte do Pescador, uma novela, com prefácio do escritor e crítico literário Manoel Onofre Júnior. Em 2011 lançou A Noite de Luvas Brancas, livro de poemas.

Membro do Instituto Cultural do Oeste Potiguar (ICOP), desde junho de 2005, sócio-correspondente da Academia Apodiense de Letras (AAPOL) e membro da Academia Mossoroense de Letras (AMOL).

 


WELLINGTON BARRETO PRESIDENTE DA ACJUS

 

ri7

O presidente da Academia de Ciências Jurídicas e Sociais de Mossoró (ACJUS), Dr. Welington Barreto, no ano de 2017 tornou a ACJUS uma das academia mais conhecidas do País. O seu trabalho é incansável e louvável, todos o admiramos pelo seu empenho e sua liderança na Academia e na cidade de Mossoró-RN. Todos nós seus amigos e admiradores lhe desejamos um natal prospero e repleto de saúde e felicidade.

 


UM ÍCONE DA NOSSA HISTÓRIA

 

ri8

O livro do professor Wilson Bezerra de Moura registra e documenta todos os momentos históricos verificados ao longo de cinco décadas, da sua loja maçônica. E a relação com a cidade de Mossoró-RN

Com o tema: “Cinquentenário da Loja Maçônica João da Escóssia”, traz um relato importantíssimo e histórico para cidade de Mossoró e para toda região. Com certeza este livro é e será motivo de pesquisa para que deseja conhecer a real relação entre a Maçonaria e os bastidores da cidade.

Outro fato importante é que todos os relatos relacionados a sua loja maçônica são citados em sequência lógica e estratégica para compreensão da boa leitura. Assim como, os primeiros passos, suas dificuldade e principalmente suas vitorias. Como diz o próprio autor: “Tínhamos documentos escritos, atas, documentos primitivos que serviram de base para a fundação da loja, e boa parte do livro contou com momentos extraídos da nossa memória”. Professor Wilson Bezerra de Moura, como sempre nos ensinar um pouco da sua nobreza, parabéns meu irmão e amigo.

 


MEMORIAE (MEMÓRIA)

 

ri9

Muitos e muitos anos no passado… grupo de jovens que acreditavam e cumpriam com amor o ide… está em nossas memorias

 


CONVITE

 

O professor Ângelo Roberto Canuto vem dado um show de administração na Escola Municipal Heloisa Leão. Sempre a escola oferece cursos preparatórios, palestras, Debates que tem gerando na comunidade uma riqueza de conhecimento e participação civil. Parabéns bom amigo, é disso que nosso pais precisa de gente destemida e que deseja mudar o quadro da nação. Começando com pequenas gotas de águas que podemos fazer uma chuva.

 


PROJETO OPERAÇÃO SORRISO

 

ri12


REFLEXÃO DA SEMANA

 

Salmo 20

Salmo 20 – Para proporcionar grandeza à alma e, trazer tranquilidade ao espírito e equilíbrio ao corpo.

1 O Senhor te ouça no dia da angústia; o nome do Deus de Jacó te proteja.

2 Envie-te socorro do seu santuário, e te sustenha de Sião.

3 Lembre-se de todas as tuas ofertas, e aceite os teus holocaustos.

4 Conceda-te conforme o desejo do teu coração, e cumpra todo o teu desígnio.

5 Nós nos alegraremos pela tua salvação, e em nome do nosso Deus arvoraremos pendões; satisfaça o Senhor todas as tuas petições.

6 Agora sei que o Senhor salva o seu ungido; ele lhe responderá lá do seu santo céu, com a força salvadora da sua destra.

7 Uns confiam em carros e outros em cavalos, mas nós faremos menção do nome do Senhor nosso Deus.

8 Uns encurvam-se e caem, mas nós nos erguemos e ficamos de pé.

9 Salva-nos, Senhor; ouça-nos o Rei quando clamarmos.