quarta-feira , 13 de novembro de 2019
Home / Opinião / Reflexões Teológicas – Ricardo Alfredo
foto 05

Reflexões Teológicas – Ricardo Alfredo

APRENDIZADO I

 

“Bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus. Bem-aventurados sois quando, por minha causa, vos injuriarem, e vos perseguirem, e, mentindo, disserem todo mal contra vós.” (Mateus 5:10-11) (Bíblia Sagrada)

A FARRA DOS CARGOS COMISSIONADOS

Nos países civilizados e sérios, é possível percebemos a ética atuante nesta modalidade de trabalho (cargo em comissão), porém, para todos os lados que observamos nesta imensa nação, o jeitinho brasileiro, o jogo de comande, a corrupção e a falta de seriedade na coisa pública é tão descarada que chega até a ser hilária.

O toma lá dá cá, a negociata de todas as funções públicas é algo estarrecedor, digo, vergonhoso, o que podemos dizer que é coisinha de país quinto mundo. E o pior, que parte das autoridades fecham os olhos e quem padece é o povo, mero joguete político da classe dominante.

Quando aferimos com outros países o nosso, a vergonhoso é maior. Por exemplo: nos Estados Unidos da América, sua população chega a aproximadamente 300 milhões, todavia, para cargos comissionados só existem sete mil. Outro país, como a Holanda, dissesses milhões de habitantes, para oitocentos cargos comissionados. No chile, dezessete milhões de habitantes, só há setecentos cargos comissionados.

Países como Alemanha e França com populações de sessenta e circo milhões e oitenta e um milhões, só há, mais ou menos 300 cargos comissionados sem concurso público.

O Brasil tem uma população de cento e noventa e oito milhões de habitantes, entretanto há mais de seiscentos mil cargos comissionados, ou seja, sem concurso público apenas para favorecer os amiguinhos do poder e da farra. A farra com a coisa pública é tão alarmante e desproporcional que não escapa nem um dos poderes.

O que deveria ser transitório, cargos comissionados, tornou-se regra, ferido a constituição Federal no seu artigo 37, II, que determina o concurso público. E ao mesmo tempo fere o artigo 37, V, que diz que o cargo comissionado é transitório. Ou seja, em regras gerais o cargo comissionado é temporário e não permanente como tem sido nos dias atuais.

Alguns parlamentares bem-intencionado, tentaram corrigir essa contaminação do sistema brasileiro, lançando a proposta de emenda constitucional, a qual alterava o inciso V, do artigo 37 da Constituição Federal do Brasil. Infelizmente os maus intencionados ganharam de novo. Ficando determinando que a pequena parte dos cargos comissionados fossem ocupados por servidores de carreira, ou seja, concursado. Mesmo assim os estados e munícipios jamais cumpriram a determinação da emenda.

Para burlar a lei, criou a ideia de cadastro de reserva.  É o que é esse cadastro reserva? Nada, somente a ideia de como deixa a lei acreditar que está sendo feito concurso, e assim o cidadão que passa fica esperando…esperando… e logo o concurso expira sem que o mesmo seja chamado. Como sempre o jeitinho brasileiro de trapacear encontrar guarida em todos os lugares.

Por outro, é bom salientar que os cargos comissionados, só é previsto legalmente, em países sérios, para ministros, secretários e técnicos especifico e com mestrado e doutorado. Evitado assim o toma lá dá cá, que promove a corrupção em todas as áreas. Jamais devemos esquecer, O Estado é um locus de poder, e não de negociata.

Quando tratamos desse assunto em nosso país, é fácil verificar que a pratica é imoral e que contraria o princípio da moralidade do artigo 37 da CF. sendo os cargos para os concursados, loteados por gestores eleitos para garantir o apoio político dos senadores, deputados e vereadores.

A conclusão é simples, é melhor, ter um padrinho político ou está filiado a um partido dominante do que estudar para concurso público. Pois, o partido dominante numa região pode passar oitos anos no poder e ainda assim reeleger outro para mais oitos anos e assim sucessivamente manter o cabide de emprego sem concurso do seu voto de cabresto.

Fica claro, que para quem é gestor, e que sempre busca a reeleição, continuar assim é viver no mar do clientelismo institucional. O termo “clientelismo” significa “proteção dada pelo patrão, em troca de apoio ou algum tipo de laço e fidelidade”.

Observado, o levar vantagem no pais, disse o grande mestre Rui Barbosa, em “Oração aos Moços”, às vezes nos esquecemos da honra, damos risada da honra, damos risada das virtudes, damos risada do caráter, damos risada da honestidade, probidade e decoro, damos risada do decoro e da dignidade, damos risada de nós mesmos no final porque esquecemos daquilo que tínhamos de lembrar desde sempre.

Destarte, não devemos perder a fé na justiça, mesmo lenta, nas instituições nas mãos dos corruptos, pois um dia a alma humana vai criar asas e a liberdade, a verdade e a igualdade irar pairar sobre a cabeça do justo, de uma forma ou de outra. Pelas mãos dos homens ou pelas mãos de Deus, basta acreditar, confiar e trabalhar.

 

LIÇÕES DA VIDA

A sua irritação não solucionará problema algum.

As suas contrariedades não alteram a natureza das coisas.

Os seus desapontamentos não fazem o trabalho que só o tempo conseguirá realizar.

O seu mau humor não modifica a vida.

A sua dor não impedirá que o sol brilhe amanhã sobre os bons e os maus.

A sua tristeza não iluminará os caminhos.

O seu desânimo não edificará a ninguém.

As suas lágrimas não substituem o suor que você deve verter em benefício da sua própria felicidade.

As suas reclamações, ainda mesmo afetivas, jamais acrescentarão nos outros um só grama de simpatia por você.

Não estrague o seu dia. Aprenda a sabedoria divina, a desculpar infinitamente, construindo e reconstruindo sempre para o infinito bem. (Humanista: Chico Xavier)

 

EIS UM EXEMPLO A SER SEGUIDO…

 

foto 01

 

Foi detentor dos mais altos cargos do Estado e de toda região. Reconhecido e aplaudido em todos os lugares. Amado pelos amigos e irmãos. Cheio de palavras amorosa e de gratidão. Este é Helder Heronildes, um grande homem, meu amigo e irmão. Todos nós só temos uma palavra para você…. Obrigado.

 

ESSE SOU EU….

O Moço Velho (Roberto Carlos)

Eu sou um livro aberto sem histórias
Um sonho incerto sem memórias
Do meu passado que ficou

Eu sou um porto amigo sem navios
Um mar, abrigo a muitos rios
Eu sou apenas o que sou

Eu sou um moço velho
Que já viveu muito
Que já sofreu tudo
E já morreu cedo

Eu sou um velho moço
Que não viveu cedo
Que não sofreu muito
Mas não morreu tudo

Eu sou alguém livre
Não sou escravo e nunca fui senhor
Eu simplesmente sou um homem
Que ainda crê no amor

Eu sou um moço velho
Que já viveu muito
Que já sofreu tudo
E já morreu cedo

Eu sou um velho, um velho moço
Que não viveu cedo
Que não sofreu muito
Mas não morreu tudo

Eu sou alguém livre
Não sou escravo e nunca fui senhor
Eu simplesmente sou um homem
Que ainda crê no amor

 

 

APRENDIZADO II

 

foto 02

 

Os dois grandes idealizadores da sede da ACJUS- Academia de Ciências Jurídicas e Sócias de Mossoró – Doutores, Helder Heronildes da Silva e Welington Barreto em visita a construção da sede da ACJUS. Parabéns a cidade e ao estado, pois eles são os verdadeiros ganhadores nesta obra. Parabéns aos dois grandes irmãos e a todo os acadêmicos

DAS LINDAS CANÇÕES POPULARES

Djavan – Oceano

Assim que o dia amanheceu
Lá no mar alto da paixão
Dava pra ver o tempo ruir
Cadê você? Que solidão!
Esquecera de mim?
Enfim, de tudo o que há na Terra

Não há nada em lugar nenhum
Que vá crescer sem você chegar
Longe de ti tudo parou
Ninguém sabe o que eu sofri
Amar é um deserto e seus temores
Vida que vai na sela dessas dores

Não sabe voltar, me dá teu calor
Vem me fazer feliz porque eu te amo
Você deságua em mim, e eu, oceano
Me esqueço que amar é quase uma dor
Só sei viver se for por você!
Enfim, de tudo o que há na Terra

Não há nada em lugar nenhum
Que vá crescer sem você chegar
Longe de ti tudo parou
Ninguém sabe o que eu sofri
Amar é um deserto e seus temores
Vida que vai na sela dessas dores
Não sabe voltar, me dá teu calor
Vem me fazer feliz porque eu te amo
Você deságua em mim, e eu, oceano
Me esqueço que amar é quase uma dor
Só sei viver se for por você!  Compositores: Djavan

 

AMOL – ACADEMIA MOSSOROENSE DE LETRAS

 

foto 03

 

No dia 17 deste mês a festa está pronta para os mossoroense. São os 31 anos de existência da Amol, hoje sobre a liderança do grande irmão Helder. Parabéns a todos os acadêmicos.

 

Governo Trump retira US$ 30 milhões de clínicas de aborto e redireciona para Saúde

 

foto 04

 

O dinheiro será canalizado para os departamentos de saúde e outras clínicas, que realmente estejam focadas em apoiar o planejamento familiar.

 

No início desta semana, o Departamento de Saúde e Serviços Humanos (HHS) dos Estados Unidos anunciou que US $ 33,6 milhões em financiamento serão realocados para 50 outros grupos e não para a Planned Parenthood. O redirecionamento da verba é resultado uma nova lei para proteger a vida em 2019.

O anúncio veio depois que o governo Trump criou uma nova regra para a lei já existente, conhecida como ‘Título X’. A emenda proíbe o fornecimento de fundos federais para organizações que prestam serviços de aborto.

O dinheiro agora será canalizado para os departamentos de saúde e outras clínicas dos Estados Unidos, que realmente estejam focadas em apoiar o planejamento familiar.

“A fim de minimizar as lacunas de serviço criadas por esses beneficiários, o HHS concedeu doações adicionais a organizações qualificadas que cumprem a lei”, disse à Fox News a Diretora de Relações Exteriores do HHS, Mia Heck.

“Essas doações suplementares permitem expandir serviços de planejamento familiar e aumentar a proteção de mulheres e crianças em risco de (ou vítimas de) abuso infantil, abuso sexual de crianças, abuso sexual, estupro, incesto, violência por parceiro íntimo e tráfico sexual”, acrescentou.

Além da gigante abortista Planned Parenthood, outras organizações que perderam seus financiamentos com verbas públicas incluíram departamentos de saúde do governo em Nova York, Massachusetts, Maryland, Illinois, Vermont e Oregon. Já estados como Alabama, Arizona, Mississippi e Delaware receberão fundos adicionais por meio do Título X, por estarem cumprindo a lei.

A Planned Parenthood lutou arduamente contra a nova regra e acredita que isso prejudicará as mulheres.

“Isso coloca os cuidados de saúde em risco para quatro milhões de pacientes e impede que eles obtenham informações sobre todas as opções de cuidados de saúde – incluindo 1,6 milhão de pacientes da Planned Parenthood”, disse o site oficial da organização abortista.

No entanto, O HHS antecipa que a realocação de fundos ainda fornecerá a assistência que as mulheres precisam.

“Os apoios suplementares chegarão perto – se não excederem – da cobertura anterior dos pacientes do Título X”, disse Heck. “O HHS continuará a procurar entidades qualificadas para minimizar qualquer interrupção dos serviços do Título X, causada pelos donatários que optaram por não atender seus pacientes conforme prometido quando aceitaram os fundos do Título X”. (Fonte: guiame.com.br)

 

 

APRENDIZADO III

“As pequenas vitórias são construídas com fé, paciência, lagrimas, dores e muito trabalho”. (Escritor: Ricardo Alfredo)

 

SELETO GRUPO DE INTELECTUAIS DA ACJUS

 

foto 05

 

Em uma da noite memoráveis de belos discursos, onde a alma humana se regozijou diante de uma plateia cheia de sorrisos de felicidade. Parabéns imortais.

 

MEU PENSAMENTO…

“Quanto mais vejo e escuto o (a) tolo (a) falar, mais tenho certeza que o silêncio vem de Deus”.  (Teólogo: Ricardo Alfredo)

 

DAS MAIS LINDAS CANÇÕES CRISTÃS

 

Um dia, surgiu na terra um homem
Que através de um milagre nasceu de uma virgem
E todos perguntavam

Quem és tu?
Te perguntaram, certo dia, com ironia atroz
Quem és tu?
Que até os mortos, nos sepulcros, ouvem tua voz?
A própria morte derrotaste, oh! Imarcescível luz
Eu sei quem és
És o filho de Deus! Tu és Jesus

Tu és o último, és o primeiro
E de Judá, és o leão audaz
Tu és Deus forte, conselheiro
Pai da eternidade e príncipe da da paz

Deste amor
Ao pobre homem, que sofria, muitas opressões
Cada vez
Que tu falavas, libertavas grandes multidões
Eternamente és o mesmo! Aleluia!
Sei quem és, excelsa luz
És o filho de Deus! Tu és Jesus

Tu és o último, és o primeiro
E de Judá, és o leão audaz
Tu és Deus forte, conselheiro
Pai da eternidade e príncipe da paz
Pai da eternidade e príncipe da paz

 

PENSAMENTO I

“Nem todos podem ser ilustres, mas todos podem ser bons”. (Pensador: Confúcio)

NEGAÇÃO DO HOLOCAUSTO NÃO É CONSIDERADA LIBERDADE DE EXPRESSÃO, DIZ TRIBUNAL EUROPEU

O Caso foi julgado por 7 juízes do Tribunal Europeu dos Direitos Humanos (TEDH) na quinta-feira (3)

 

foto 06

 

O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos (TEDH) reafirmou nesta quinta-feira (3), diante de um membro de um partido neonazista alemão, que o uso de declarações de negação sobre o Holocausto não se enquadra no escopo do direito à liberdade de expressão.

“Tais declarações não poderiam receber a proteção da liberdade de expressão oferecida pelo acordo (europeu dos direitos), uma vez que são contrárias à própria convenção”, escreveu o TEDH em comunicado à imprensa, reafirmando uma opinião já expressada em vários casos semelhantes.

Em 2014, Udo Pastors, eleito deputado regional do partido NPD neonazista, entrou com uma ação judicial no tribunal, órgão judicial do Conselho da Europa.

Eleito pela região de Mecklemburgo-Pomerânia Ocidental (nordeste) até 2016, Pastors foi condenado em 2012 pela Justiça alemã por “violação da memória dos mortos e difamação intencional do povo judeu”, devido a um de seus discursos em 2010 que evocava “o suposto Holocausto”.

“O autor declarou intencionalmente mentiras para difamar os judeus”, disse o TEDH, rejeitando a queixa de Pastors.

Os sete juízes da corte consideraram por unanimidade “que Pastors declarou intencionalmente falsidades para difamar os judeus e a perseguição de que foram vítimas” e que a resposta dada pelos tribunais alemães “foi proporcional ao objetivo perseguido e necessária em uma sociedade democrática”.

Os cidadãos dos 47 Estados-membros do Conselho da Europa podem recorrer ao TEDH quando todos os recursos possíveis em seu país estiverem esgotados. (Fonte: Israel)

 

PENSAMENTO II

“Estou navegando numa tempestade que não quer passar. ” (Escritor: Ricardo Alfredo)

 

AGRADECIMENTO …

 

foto 07

 

Meus amigos que fazem parte das secretarias municipais de Mossoró-RN e principalmente aos que atuam no projeto vida no trânsito, a todos vocês quero agradecer pelo período que ficamos juntos no projeto vida no transito. Foi magnifico. A todos o meu muito obrigado.

 

GIRO PELO MUNDO

1- Justiça americana bloqueia lei restritiva ao aborto na Geórgia

2- Jovem cristão perdoa ex-policial que matou seu irmão

3- Justiça proíbe leitura da Bíblia na Câmara de Vereadores de Catanduva

 

PENSAMENTO III

“Este é o dia que o Senhor fez para você, alegre-se nEle. Há esperança. Há bondade. Há perdão”. (John Piper)

 

DAS MAIS LINDAS CANÇÕES DA MPB

Os Brutos Também Amam – Agnaldo Timóteo

Você jamais vai entender
O amor que eu lhe dei
Talvez estranho pra você
Mas só eu sei o quanto amei

No mundo triste de onde eu vim
Nada disso tem valor
Nele tudo se embrutece
Mas o coração esquece
Quando tem um grande amor

Você não devia esperar
Que eu fosse diferente do que sou
Com amor seria fácil entender
O meu jeito meio rude de querer

Que pena tudo terminar
Da maneira que acabou
O seu amor não foi bastante
Pra querer-me como eu sou
Você um dia vai saber
Que eu te amei como ninguém

Minhas lágrimas reclamam
Elas dizem no meu pranto
Que os brutos também amam

 

PENSAMENTO IV

“Talvez eu seja enganado inúmeras vezes… Mas não deixarei de acreditar que em algum lugar, alguém merece a minha confiança! ” (Pensador: Aristóteles)

 


CONVITE II

 

foto 08

 

PENSAMENTO VI

“Quando você encontrar a outra metade da sua alma, você vai entender porque todos os outros amores deixaram você ir. Quando você encontrar a pessoa que merece o seu coração, você vai entender porque as coisas não funcionaram com todos os outros”. (Escritor: Rubem Alves)

 

PENSAMENTO VI

“A ignorância é audaciosa! ” (Cicero)

 

POEMAS – CLÁSSICOS DAS POESIAS

 

UM NOVO BRASIL EM CORDEL – CRISPINIANO NETO

Que era pra branco burguês

Abrindo as portas pra o preto,
Pra o filho do camponês
Que vivia desde a infância
Condenado à ignorância,
Sem diploma voz e vez!

E o Brasil que era malhado
No plano internacional
Tendo por imagem apenas
Futebol e carnaval
Mudou muito, hoje é de fato,
Um País que é candidato
A potência mundial.

Só precisa aprofundar
As conquistas do momento,
Este ciclo virtuoso
De luz e empoderamento
Pra se chegar ao pináculo
E fazer-se o ESPETÁCULO
Que se quer, DO CRESCIMENTO!” (Escritor: Crispiniano Neto)

 

OUVIDOS SENSÍVEIS…

A quem nasceu para observar e sentir. Sentir dor que se espalha é ter a percepção de que há milhões, presos sobre a intolerância do mal, e vivem cheios de desespero, medo e pavor, e dia e noite chorar a sua dor.

Os ouvidos sensíveis, pode ouvir o gemendo silencioso de quem não tem quem se importe com sua alma… não ouves tu?

 

 

ACADEMIA MOSSOROENSE DE LETRAS – AMOL

 

foto 09

 

4º Concurso de Contos, Crônicas e Poesias

“João    Batista  Cascudo Rodrigues” – 2019 – Inscrições até 25 de outubro de 2019

Os trabalhos serão entregues diretamente ou enviados pelos correios para Academia Mossoroense de Letras – AMOL, na Sala 01, da Biblioteca Ney Pontes Duarte, Praça da Redenção Jornalista Dorian Jorge Freire, nº 17 – CEP 59.600 – 780, Centro – Mossoró/RN.

Academia Mossoroense de Letras – Praça da Redenção, nº 17 – Centro – Mossoró/RN – 59600-065 Fundada em 25 de setembro de 1988, a Academia Mossoroense de Letras – AMOL, em homenagem ao seu sócio fundador (in memoriam) “João Batista Cascudo Rodrigues”, torna público o Edital nº 01/2019, referente ao 4º Concurso de Contos, Crônicas e Poesias “João Batista Cascudo Rodrigues”, constante do seguinte

REGULAMENTO:

  1. Os candidatos podem concorrer com 01 (hum) texto de conto e/ou 01 (hum) texto de crônicas e/ou de poesia.
  2. Os textos deverão ser originais, isto é, nunca terem sido anteriormente publicados em jornal, revista ou livro, ou mesmo veiculados pela Internet ou quaisquer outros meios de comunicação.
  3. Os trabalhos deverão ser inscritos em português, com tema livre, digitados em papel A4, em uma só face do papel, enviados em 04 (quatro)
    • Só poderão concorrer autores norte-rio-grandenses, que residam em território do Rio Grande do Norte.
  4. Os contos e crônicas terão limite máximo de 15 (quinze) páginas e as poesias em no máximo 4 (quatro) páginas, em letra 12, fonte Arial, espaço 1.5.
  5. Cada texto deverá ser identificado apenas pelo título e pseudônimo, não podendo constar, de ne- nhuma forma, algo que identifique o seu
  6. Os textos de conto, crônica e de poesia deverão estar contidos em um só envelope e com um mes- mo pseudônimo, além de uma cópia em
    • Este envelope será acompanhado por um outro menor, lacrado, que terá na parte externa a indica- ção “4º CONCURSO DE CONTOS, CRÔNICAS E POESIAS JOÃO BATISTA CASCUDO RODRIGUES – AMOL”, título do trabalho e o pseudônimo do autor.

Os trabalhos serão avaliados por uma Comissão Julgadora, composta por pessoas com amplo conhecimento, experiência e saber em literatura.

  • A Comissão Julgadora será composta de 5 (cinco) membros, escolhida pela Direção da Academia Mossoroense de Letras – AMOL, podendo serem membros da Academia ou
  • Esta Comissão Julgadora terá plena e total autonomia na apreciação e julgamento dos textos apresentados, que deverão ser regidos pelos princípios de originalidade, técnica e arte literária.
  • A decisão da Comissão Julgadora terá caráter irrevogável.
  1. Serão premiados os 2 (dois) (primeiro e segundo lugares) melhores trabalhos, em cada categoria, recebendo os vencedores, os seguintes prêmios:

1º Lugar: – Conto – R$ 1.000,00 (mil reais) mais certificado;

1º Lugar: – Crônica – R$ 1.000,00,00 (mil reais) mais certificado;

1º Lugar: – Poesia – R$ 1.000,00,00 (mil reais) mais certificado;

2º Lugar: – Conto – R$ 500,00 (quinhentos re- ais) mais certificado;

2º Lugar: – Crônica – R$ 500,00 (quinhentos reais) mais certificado;

2º Lugar: – Poesia—R$ 500,00 (quinhentos reais) mais certificado.

  • Menções honrosas:

Além dos 2 (dois) primeiros lugares, haverá 5 (cinco) menções honrosas, que receberão os seguintes certificados.

  • Os trabalhos ganhadores serão publicados pela Coleção Mossoroense, em formato de coletânea.
  • Cada ganhador, e os que foram agraciados com menções honrosas, receberão, respectivamente, 10 (dez) e 5 (cinco)
  • Os concorrentes, ao se inscreverem no concurso, cedem todos os direitos autorais de veiculação e divulgação dos respectivos textos à Academia Mossoroense de Letras –
  • É vedada a participação dos membros da Academia Mossoroense de Letras, como
  1. Os trabalhos serão entregues, diretamente, ou enviados pelos correios, para a Academia Mossoroense de Letras – AMOL, Biblioteca Ney Pontes Duarte, Praça da Redenção Jornalista Dorian Jorge Freire, nº 17, Centro, Mossoró/RN, CEP: 59600-780.
    • Quando enviados, serão validados apenas os trabalhos contendo carimbo dos correios, até 31/08/2016, trinta e um de agosto de dois mil e dezes- seis.
    • A comunicação dos resultados do concurso será feita no final de setembro e a premiação posteriormente.

Mossoró/RN, 10 de julho de 2019.

Elder Heronildes da Silva Presidente da AMOL

 

REFLEXÃO

 

Salmos 14

Neste salmo, encontramos o rei Davi, cheio de espanto, por notar que a corrupção é a maior produtora de pecado. E este pecado, produzem tolos, que abrem a boca para blasfemarem contra Deus ao dizer: “Deus não existe”. O rei fica espantado e chocado e introspectivamente, analisa: Como alguém pode dizer que Deus não existe?

Este salmo é um alerta e ao mesmo tempo um aviso, que mostra como a corrupção humana vem sendo alastrada, quase, generalizada. E assim, o grande Deus, olha dos altos céus em busca de quem tenha entendimento. Salmista apavorado a situação exclama: “Todos se desviaram, igualmente se corromperam; não há ninguém que faça o bem, não há nem um sequer”.

Todavia, o salmista encontra consolo em saber que Deus sempre está com o justo. E sua presença, Deus, guarda e protege os que ele ama.

 

Forma de estudo de Salmos 14:

14.1 – 2: Como pensa o tolo

14.2 – 4: Corrupção generalizada

14.5 – 7: O grande Deus entre os justos

Salmos 14.1: O pensamento do tolo – Diz o tolo em seu coração: “Deus não existe”. Perverteram-se e atentaram para agirem de forma detestável; não há ninguém que faça o bem.

Salmos 14.2 – 4: Corrupção generalizada – O grande Deus, sonda toda a terra e dos altos céus, olha para os filhos dos homens, para buscar entre eles alguém que tenha entendimento, alguém que busque a Deus.

3 Todos se desviaram, igualmente se corromperam; não há ninguém que faça o bem, não há nem um sequer.

4 Será que nenhum dos malfeitores aprende? Eles devoram o meu povo como quem come pão, e não clamam pelo Senhor!

Salmos 14.5 – 7: Deus entre os justos

5 Olhem! Estão tomados de pavor! Pois Deus está presente no meio dos justos.

6 Vocês, malfeitores, frustram os planos dos pobres, mas o refúgio deles é o Senhor.

7 Ah, se de Sião viesse a salvação para Israel! Quando o Senhor restaurar o seu povo, Jacó exultará! Israel se regozijará!