segunda-feira , 23 de outubro de 2017
Home / Brasil / Proibido peça de teatro que representa Jesus como mulher transgênero
evangelho-segundo-jesus-rainha-c

Proibido peça de teatro que representa Jesus como mulher transgênero

Em Jundiaí, SP, um grupo teatral pretendeu apresentar a peça O evangelho Segundo Jesus, onde Cristo é representado como uma mulher transgênero nos dias atuais. As passagens bíblicas seriam recontadas com reflexões sobre a opressão e a intolerância sofridas por transgêneros e minorias em geral. O destaque é a mensagem cristã de amor, perdão e aceitação.

A decisão judicial que proibiu a exibição do espetáculo, que seria apresentado no SESC, em Jundiaí foi do juiz Luiz Antônio de Campos Júnior justificando que figuras religiosas e sagradas não podem ser “expostas ao ridículo.”

Para os artistas, a proibição da exibição da obra comprova sua importância e lembram que o Brasil é o país que mais assassina travestis e transexuais no mundo.

A diretora da peça, Natalia Mallo, classificou a decisão de Luiz Antonio de Campos Junior de “um tratado de fundamentalismo e preconceito”. “Censurar um espetáculo, em nome dos bons costumes, da fé e da família brasileira parece ser, para alguns fariseus, mais importante e prioritário do que olhar para a sociedade e tentar fazer alguma contribuição concreta para mudar o quadro de violência em que estamos todas e todos soterrados”, disse.