quarta-feira , 11 de dezembro de 2019
Home / Destaques / Polícia prende mulheres acusadas de trabalhar para facção criminosa de SC em Mossoró
Duas mulheres foram presas, no bairro Alto de São Manoel, acusadas de facilitar a comunicação entre traficantes de SC e do RN (Foto: Divulgação)
Duas mulheres foram presas, no bairro Alto de São Manoel, acusadas de facilitar a comunicação entre traficantes de SC e do RN (Foto: Divulgação)

Polícia prende mulheres acusadas de trabalhar para facção criminosa de SC em Mossoró

A Polícia Civil deflagrou nesta terça-feira, 7 de junho, a Operação Iris, que resultou na prisão de 15 pessoas nos estados do Rio Grande do Norte e em Santa Catarina. Em Mossoró, duas mulheres, uma de 29 e outra de 37 anos, foram presas, no bairro Alto de São Manoel, acusadas de facilitar a comunicação entre traficantes presos nos dois estados.

Também foram cumpridos três mandados de busca e apreensão e um de condução coercitiva em Mossoró.

As duas mulheres presas são naturais de Santa Catarina e do Paraná. Elas moravam em Mossoró desde o ano de 2013, quando seus companheiros foram transferidos para a Penitenciária Federal do município. De acordo com a Polícia Civil do RN, elas receberam ordens dos maridos para atuarem no tráfico de drogas para uma facção criminosa com sede em Santa Catarina.

As investigações foram conduzidas pela Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC) da Polícia Civil de SC. Os investigadores batizaram a operação de “Iris” em alusão à personagem da mitologia grega que levava correspondências para o Olimpo.