quarta-feira , 23 de agosto de 2017
Home / Destaques / Polícia Militar acredita que fugas contribuem para aumento de assassinatos
Coronel Dancleiton acredita que se coibir fugas, reduz assassinatos
Coronel Dancleiton acredita que se coibir fugas, reduz assassinatos

Polícia Militar acredita que fugas contribuem para aumento de assassinatos

Em recente visita a cidade de Mossoró, o comandante geral da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, coronel Dancleiton Pereira Leite, disse em entrevista ao jornal O Mossoroense, que o alarmante crescimento da violência nos primeiros meses deste ano, se dá em virtude de inúmeras fugas registradas em instituições prisionais de Mossoró e região Oeste.

“Estima-se que mais de 20% dos assassinatos ocorridos este ano tenham ligações direta e indireta com a fuga de prisioneiros, que conseguiram escapar de instituições prisionais de Mossoró e região. Esses presidiários escapam das prisões e vem para dentro de Mossoró cometer crimes. Se esses indivíduos tivessem presos, o número de mortes seria bem menor”, destacou coronel Dancleiton Pereira.

Para o comandante geral da PM, um trabalho de contenção a violência já começou a ser feito por parte das polícias que atuam em Mossoró, onde operações estão sendo efetuadas nos bairros e ruas da cidade.

“O trabalho da polícia já começou a surtir efeito, basta observar a redução de assassinatos que ocorreram em fevereiro e os registrados em março e abril. Porém muita coisa ainda tem que ser feita”, destacou.

Estatísticas

Ainda conforme o comandante geral da PM, entre os meses de abril e fevereiro passado, ocorreu uma queda nos homicídios de 23,6%, porém, o primeiro quadrimestre de 2016 foi o mais violento dos últimos quatro anos em Mossoró.