terça-feira , 24 de outubro de 2017
Home / Universo / Poesias / Poesias

Poesias

APENAS SOMBRAS
Diego Ferreira da Silva
Mossoró/RN

E eu aqui mais uma vez…
Atirado ao frio da noite,
Pergunto-me se o dia de hoje
Foi um dia que mereça ser lembrado.

Às vezes sinto a falta do novo,
De algo que me transforme;
De uma emoção forte,
De um forte riso, enorme.

Que as lagrimas que caem
Agora junto de meu pesar
Não apague m as memórias
Mas que reguem o novo dia a raiar.

E que na minha memória
Os dias não sejam apenas dias
Que não sejam apenas sombras
Mas que se marquem com alegria.

Que cada dia não fique eu,
Sem dar o beijo que quis roubar,
Sem ler os olhos de quem gosto
Sem prazer… Sem amar…

Alegoria
Jania Souza
Natal/RN

Talvez
A lágrima seja uma gota de orvalho
Desperdiçada em uma face
Condoída de si.

Anda solitária
Em seu deserto
Obstruído.

Não ver árvores
Falantes
Cantantes
Pensantes
A beira do caminho.

Queda-se na travessia
De seu vazio.

ORGULHO DE SER
Fátima Feitosa
Mossoró/RN

Sou professora sim!
Não do tipo conteudista sem nexo,
Onde o aluno não vê sentido
Pois não se encaixa em sua vida.
Sua professora da arte da alegria de viver.
Que, no aluno, desperta vontade de aprender.
Sou professora que aprende com o aluno todos os dias
A buscar novos caminhos da aprendizagem refazer.
Sou professora que estimula o melhor de cada ser
Para que desabroche o que o aluno nem imaginava ter.
Isso porque sou professora por prazer.

SONHADORA
CELLYME
Mossoró/RN

Como Sonhadora que sou
Vou colorindo meus dias sombrios
Com cores vivas, alegres.
Pinto telas imaginárias
Com as mais verdejantes paisagens,
Revestindo-as de uma bela roupagem.
Navego em águas profundas, azuis,
Dos mares que me levam tão longe,
Em pensamentos e lembranças…
Desnudo-me da nostalgia,
E, visto-me da doce esperança,
Que me serve de alento.
Assim, percorro novos caminhos,
Embora, cheios de pedras e espinhos,
Enquanto não vêm novos tempos.

ELVIS PRESLEY
Teresinka Pereira
Ohio/USA

Não era loucura
mas uma liberdade
formada em talento.
A voz perfeita e
a presença iluminada
fazia um espetáculo
de fogo, um amoroso
entendimento entre
o público e o homem
que a vaidade do destino
nos levou precocemente.
Que saudade, Elvis Presley!
Que teu descanso na eternidade
seja acompanhado
de rock and roll!

Uni duni tê
Jeane Meire
Mossoró/RN

Unir versos
Uni versus
Duni tê.
Veracidade
Ver a cidade
Em meus versos
Às avessas
Ao avesso
Às vezes
Enlouqueço
Covarde
Cor invade
Memórias
Esqueço.
Ler
Lerá
Lerá à mim
Leminski
Leitura
Lei dura
Adormeço.
Não mereço
Palavras
Prosas
Poesias
Poetizas

Prometo!

Carta para Ana
Ângela Rezende
Mossoró/RN

Ana,
Não chores querida, que a birra já passa
Esquece-se as brigas
Desfaz-se as raivas
Das requestas tuas.

Não sabes a lógica
Da poesia matemática
Da vida que entre as flores
Onde encontram-se as pedras deitadas.

Não sabes das noites,
Escuras e frias, de tantas angústias
De tanta ilusão.

Não sabes das dores,
Entre os soluçõs de choros e lágrimas
E da exaustão.

Contempla as estrelas,
Protege-se do vento,
Ouça a chuva,
Toma banho de sol.

Corre na areia da praia,
Cavaca a terra,
Se banha no rio das alegrias

E não saberás o sentido da palavra solidão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *