domingo , 17 de dezembro de 2017
Home / Destaques / PM joga bombas de efeito moral e spray de pimenta em professores da UERN e servidores da Saúde
Justiça autoriza uso de força policial para retirar professores da UERN e servidores do prédio da SEPLAN
Servidores em greve ocuparam a Secretaria de Estado do Planejamento na última quarta-feira.

PM joga bombas de efeito moral e spray de pimenta em professores da UERN e servidores da Saúde

O Batalhão de Choque da Polícia Militar (PM) atirou bombas de efeito moral, gás lacrimogêneo e spray de pimenta nos servidores estaduais da Saúde e professores da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) que estavam na ocupação do prédio da Secretaria de Estado do Planejamento (SEPLAN) nesta sexta-feira, 24.

Os servidores acamparam na Seplan desde a última quarta-feira, 22, em protesto contra os atrasos salariais.

A ação da polícia atende a pedido de reintegração de posse do prédio feito pelo Governo do Estado. Em liminar expedida na manhã desta sexta-feira, a Justiça autorizou o uso da força policial contra os servidores.

Hoje pela manhã, o juiz Bruno Lacerda Fernandes intimou os sindicatos das duas categorias e deu duas horas para que o prédio fosse desocupado.

Os servidores da Saúde e os docentes da UERN estão em greve desde o dia 10 deste mês e reivindicam a regularização do pagamento dos salários, que vem se arrastando com atrasos desde o ano passado. Até agora, nenhuma proposta foi apresentada pelo Governo do Estado.