quarta-feira , 22 de novembro de 2017
Home / Destaques / Pioneiro hospital de Mossoró – Wilson Bezerra de Moura
HOSPITAL DUARTE

Pioneiro hospital de Mossoró – Wilson Bezerra de Moura

Com esse primitivo nome abriram-se as portas à saúde de Mossoró. Hospital Duarte Filho, embora desativado por inércia do poder público, e assim mesmo inativo, ainda existe, mesmo parecido com um escombro, lamentavelmente, na praça dos hospitais, onde hoje fica o aglomerado de casa de saúde, no bairro Santo Antônio. Só que esse hospital tem uma história e esta surgiu quando da vinda à cidade de viajantes de drogas em missão profissional aos médicos da cidade.

Esses viajantes se hospedavam normalmente no Grande Hotel, bem no centro da cidade, mais especificamente na Praça do Mercado Central, à Rua Bezerra Mendes. Então, num dado momento de bate-papo descontraído entre os caixeiros viajantes, surgiu um desses que levantou a ideia de ser construído em Mossoró um hospital, cuja ideia foi aceita por todos os presentes e jogada para a sociedade de Mossoró que, daí por diante fosse trabalhada como parte necessária à saúde  mossoroense.

Pelos idos do mês de junho de 1925 surgiu na cidade um clube de nome União de Moços Católicos, U.M. C., cuja finalidade era promover caminhos beneficentes para a construção de um hospital em Mossoró. A primeira ideia foi realizar uma sessão solene com ingresso tributado com a finalidade de angariar lucros. E assim foi feito, e como convidado palestrante foi trazido o senhor Gilberto Stuart, pessoa de destacada atuação na sociedade e por ser  bem aceito, por suas qualidade de homem de destacado valor moral. Em sua palestra teceu considerações sobre a importância de um hospital, por ser de bom alvitre e de avultada significação à saúde de todos.

A sessão solene teve como espaço físico o Colégio Diocesano Santa Luzia e contou com a presença do diretor e Professor Padre Manoel de Almeida Barreto. Os tralhados foram dirigidos pelo Presidente da U.M.C., Odilon Coelho, a palavra concedida ao orador oficial do clube, Prof. Abel Coelho, este fez a saudação ao palestrante Gilberto Stuart, bastante aplaudido na ocasião, por trazer à tona um assunto importante à saúde de todos. Isto consta na 3ª. Edição de O Mossoroense de 1925, em relato pelo escritor e jornalista Lauro da Escóssia.