quarta-feira , 19 de dezembro de 2018
Home / Destaques / Papa Francisco volta a defender mais mulheres em postos da Igreja
Arquiteto suíço Mario Botta e à teóloga alemã Marianne Schlosser.
Arquiteto suíço Mario Botta e à teóloga alemã Marianne Schlosser.

Papa Francisco volta a defender mais mulheres em postos da Igreja

O papa Francisco voltou a pedir hoje (17) que as mulheres ocupem mais espaço “nos diferentes campos de responsabilidade da vida da Igreja em particular, e não só no campo cultural”. Há tempos Francisco mostra a importância dessa decisão e aproveitou a cerimônia de entrega dos prêmios Josph Ratzinger para voltar ao assunto.

Ao entregar o prêmio da Fundação do Vaticano, considereao o “Nobel” da Teologia, à teóloga Anne-Marie Pelletier, o papa Francisco disse ser importante “o reconhecimento cada vez maior da contribuição das mulheres no campo da pesquisa teológica científica e do ensino da teologia considerados durante muito temnpo teerritórios quase exclusivos do clero”.

“Desde que Paulo VI proclamou Teresa de Ávila e Catarina de Siena doutoras da Igreja, não resta dúvidas de que as mulheres podem alcançar os lugares mais altos na inteligência da fé” E aproveitou para lembrar que também João Paulo II e Bento XVI incluiram na série de doutores os nomes de outras mulheres, somo Santa Teresa de Lisieux e Hildegarda de Bingen”.